• Dario PAX
  • Casa dos frios
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Casa dos frios
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Dario PAX

O caso da noiva que chegou ao casamento em uma viatura da Polícia Militar para atender a um sonho do noivo ganhou repercussão no Estado. Muitos criticaram o ato da PM, por considerá-lo ilegal, visto que representa um instrumento público, mas o policial que conduziu a ação nega.

49711a3e8289bd7ebeeb1250ebe94cb7Foto: Reprodução / TV Cidade Verde

O casamento aconteceu na semana passada, no município de Uniao. Na ocasião, o capitão Miguel Luz desceu da viatura sozinho, e, simulando uma operação policial, foi até o noivo e questionou se ele queria mesmo casar. Após a afirmativa, eles se cumprimentaram e o capitão voltou à viatura para buscar a noiva.
Ele a conduziu até a entrada da igreja, onde a entregou para o pai. Questionado sobre o ato, o capitão informou à TV Cidade Verde que tudo foi formalizado e autorizado previamente.

"Fomos procurados pelo irmão do noivo. Ele disse que o irmão admira muito a Polícia Militar e que o sonho dele um dia é ser policial militar. Ele tem 23 anos e tinha o sonho de que a noiva chegasse ao casamento numa viatura e os policiais a conduzissem para o pai da noiva. Pedi que ele fizesse um ofício, explicasse a situação. Levamos esse ofício à apreciação do Comando. Como nós somos também polícia comunitária, não houve ilegalidade. Sem prejuízo do serviço, fizemos essa surpresa para o noivo", esclarece o capitão.

Fonte:cidadeverde.com

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Espeto e Cia
  • Blossom
  • Paraiba