• Garoto
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Casa dos frios
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Casa dos frios

O prefeito Firmino Filho (PSDB) afirmou nesta terça-feira (3) que deixará para o sucessor a missão de realizar a reforma na Previdência Municipal.

e43704a6ad22eff64a6da8dcb7bcffb4Fotos: Roberta Aline / Cidadeverde.com

Segundo Firmino Filho, o Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT) é superavitário e tem capital de R$ 800 milhões. As declarações foram dadas nesta terça-feira(03), durante visita a obras na zona Sul.

Ele afirma que o quadro de servidores do Município começou a crescer na década de 1990, uma realidade diferente do Estado e da União.

"A idade média do servidor municipal é muito menor que a idade média do servidor estadual. O crescimento da folha de servidores municipais ocorreu na década de 1990. Estamos com uma situação de previdência um pouco diferente do Estado e União. Além disso, ao longo do tempo, a Prefeitura fez o Instituto de Previdência que mantém seu rigor financeiro. É hoje capitalizado, tem um patrimônio em torno de R$ 800 milhões e tem aplicações no mercado finaceiro de mais de R$ 600 milhões. Ainda hoje é superavitário. As receitas do IPMT Previdência são superiores às suas despesas. Apesar de toda a onda de aposentadoria que existiram nos últimos anos, o IPMT continua sendo superavitário", afirmou .

Firmino diz que a proxima gestão precisa ter prudência para evitar uma crise na Previdência.

"Isso não quer dizer que em termos dinâmicos, a longo prazo, o IPMT vá continuar sendo superavitário. Fizemos o recadastramento dos servidores, depois disso vamos pensar em mudancas para o futuro. Tem que ser feito com calma. Essa tarefa ficará para o próximo prefeito. Isso para garantir os proventos e rendas dos inativos", destacou.

2fe99c9015f482bb9bbf165b17fc8808
Visita a obras

O prefeito Firmino Filho visitou à obra de prolongamento da Via Sul, que vai ligar a zona Norte a zona Sul. A previsão de entrega é no final do primeiro semestre de 2020.

"Será a terceira grande via de escoamento da zona Sul. Nessa primeira fase vai até a ponte Ancelmo Dias. Será um eixo estruturante da zona Sul de Teresina. Os trabalhos devem reduzir no inverno e esperamos que depois das chuvas possamos finalizar. É importante para a cidade. Queremos andar de forma mais rápida depois do inverno ", afirmou.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Rastek
  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Blossom