A atriz Claudia Rodrigues, 48, terá alta do hospital Albert Einstein na tarde desta sexta-feira (14), após passar 18 dias internada em decorrência de uma esclerose múltipla.

f4208b94bc4e8a2ebacde37ea389cf26Foto: Reprodução/instagram

Adriane Bonato, assessora de Claudia, foi quem confirmou a informação através de seu perfil no Instagram. "Hoje tive a melhor notícia... a atriz e comediante Claudia Rodrigues vai receber alta amanhã à tarde. Um milagre de Deus!!! Obrigada pai por mais esse milagre em nossas vidas!

Gratidão eterna!", escreveu ela, junto a uma foto de Rodrigues.

Na quarta-feira (12), a assessora já havia dito que a atriz estava fora de perigo e passava bem. Foram inclusas duas sessões de fisioterapia em sua rotina diária, além de fonoaudiologia e terapia ocupacional.

"Ela teve uma melhora significativa e surpreendeu a todos no hospital, após uma queda da própria altura na clínica Cevisa em engenheiro Coelho, que lhe causou um traumatismo craniano, uma bactéria na bexiga, insuficiência renal e falta de comunicação por 10 dias onde ficou entubada, com sonda alimentar e vesicular e em coma induzido, entre a vida e a morte na UTI, 2 dias de semi intensiva já sem tubo e sem sonda vesicular e se mexendo e se comunicando, hoje completando 16 dias de internação já está no quarto em plena recuperação, sem sonda alimentar, comendo pastoso com ajuda e líquido somente com espessante", escreveu Bonato.

Ao final, ela agradeceu aos amigos, fãs e familiares que torceram pela atriz, neste momento que ela acredita ter sido "o pior em nossas vidas".

A luta da atriz Claudia Rodrigues é antiga. Em 2017, a atriz passou por um tratamento com célula-tronco, que visava "reiniciar" seu sistema imunológico.

Em abril de 2019 ela voltou a ser internada por conta de complicações da doença que a acomete. Segundo sua assessora e empresária, porém, o quadro piorou após a morte de Lúcio Mauro. Ela e o ator eram amigos de longa data. Lúcio Mauro morreu aos 92 anos. Em dezembro do mesmo ano, precisou ser novamente internada, retornando ao hospital no final de janeiro de 2020.

A esclerose múltipla é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central. As células de defesa do organismo passam a atacar os neurônios, podendo provocar diferentes tipos de lesões.

 

Fonte: Folha Press

  • Cabedo
  • Paçoka
  • Ada Atten
  • Med Plan
  • Espeto e Cia