O Presidente do Senatepi (Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí) Erick Ricelly esteve reunido com profissionais de saúde de Floriano para ver de perto as condições de trabalho que exige melhorias principalmente neste período por conta do coronavírus. Ao longo dos tempos, os profissionais de saúde do estado trabalharam em condições que deixam a desejar, mas considerando que todas as instituições de saúde disseram que não estavam preparadas para um problema dessa dimensão mas pouco a pouco elas estão promovendo as mudanças necessárias e se adaptando a uma nova realidade.

WhatsApp Image 2020 05 28 at 18.49.14Profissionais de saúde do HRTN. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)
Saber que para os profissionais de saúde de Floriano tem faltado até EPIs, é uma espécie de atestado dos poderes públicos para com essa categoria de profissionais que agora, mais do que nunca, corre risco de vida no exercício da função, tomando como base o fato de que aproximadamente 20 deles foram contaminados pelo coronavírus só no HRTN. A primeira reunião do Presidente foi na Praça Dr Sebastião Martins, com profissionais de saúde que trabalham no município de Floriano e a tarde a atenção foi dispensada para os profissionais do Hospital Regional Tibério Nunes. "Independente de ser estadual ou municipal, os problemas vividos pelos profissionais de saúde do Piauí são os mesmos". Disse o Presidente Erick Ricelly.

Da redação

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Espeto e Cia