• Oticas Floriano
  • floriano shop
  • Visual
  • Paraiba
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Construforte
  • Farmaduty
  • Farmaduty
  • Paraiba
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Construforte
  • Visual
  • floriano shop
  • Garoto
  • Oticas Floriano

Nos últimos dias, o número de queimadas na cidade de Floriano, tem crescido de forma absurda, e o Portal JC 24h é acionado diariamente pela população, no sentido de informar e também de buscar uma solução para amenizar os efeitos das mesmas no meio ambiente, bem como na saúde da população.

WhatsApp Image 2021 07 21 at 10.47.39
Nesse sentido, nós entrevistamos a secretária do Meio Ambiente e Recursos Naturais, Hayla Cavalcante, para obtermos mais informações sobre as ações da SEMAN, em relação a esse problema preocupante.
A secretária disse que os trabalhos daquela pasta, em relação à queimadas, têm se pautado por um plano de prevenção e combate à incêndios, elaborado a partir de dados informados pelo Corpo de Bombeiros.
Esse plano já está em andamento desde junho e se estende até dezembro, período considerado mais crítico.
Entre as ações, a secretária pontuou sobre as equipes de brigada que, apesar de serem regidas por uma nota técnica
Federal (IBAMA), recebe apoio logístico da SEMAN, para otimizar o trabalho dos brigadistas.
Recentemente, a secretária e o prefeito estiveram com o coordenador geral para discutir a nota técnica, no sentido de contemplar também, o assentamento Coelho, tendo em vista que é uma grande comunidade em extensão e em população.
O JC 24h questionou sobre a possibilidade de atuação da brigada na zona urbana, e a secretária informou que eles são sempre solícitos e que, dependendo da gravidade, eles poderão vir a atuar na cidade.

Ainda em relação à zona urbana, a secretária informou que as ações daquele órgão são direcionados em caráter preventivo, ou seja, na intensificação de fiscalização dos terrenos baldios, para notificação e orientação dos proprietários a mantê-los limpos e realizar o aceiro.
A secretária enfatizou que queimadas são consideradas crimes ambientais e, uma vez identificadas as pessoas que fazem isso, os mesmos poderão ser autuados em punições que vão desde a notificação, multa e até prisão, dependendo da gravidade de suas consequências.
A secretária orientou a população a denunciar sujeira e queimadas irregulares, através da ouvidoria da prefeitura no 99448 2590 e, como se trata de um crime, a polícia militar também poderá ser acionada através do 190.

 

Da redação Gemma Galgani Medeiros.