O senador Ciro Nogueira confirma que irá se reunir com ex-senador João Vicente Claudino nesta sexta-feira (21), ás 18 horas. A pauta da reunião é a possibilidade do ex-senador se reaproximar do grupo formado por Progressistas e PSDB.

ciro okok4 1Foto: RobertaAline/CidadeVerde.com

Atualmente, João Vicente vive uma reaproximação com o governador Wellington Dias. O PTB foi beneficiado com as mudanças na administração, que resultaram na convocação de suplentes.

“Queremos estar juntos não apenas em 2020, mas em 2022 e sempre”, afirmou Ciro Nogueira à coluna.

Fonte:cidadeverde.com

Dando sequência a uma série de entrevistas com os homens que pretendem administrar a cidade de Floriano pelos próximos quatro anos, nossa reportagem entrevistou na manhã de hoje (21) o açougueiro, advogado, Vereador e pre candidato a prefeito Claudemir Resende, o Bilu.
A entrevista não aconteceu num gabinete ou num escritório de advocacia, e sim em pleno mercado central onde o parlamentar tem um açougue e nunca deixou essa atividade, mesmo com a sua eleição de vereador.

WhatsApp Image 2020 08 22 at 05.44.30Claudemir Resende, Bilú. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Da redação

A decisão do Vereador Manoel Simplício resultou num crescer inversamente proporcional nas campanhas do pre candidato Joel Rodrigues em relação a pre campanha do Vereador Maurício Bezerra que avaliou com alegria esses números e em entrevista ao jc24horas falou dos trabalhos feitos pela sua equipe com o objetivo de fortalecer a sua pre candidatura rumo ao cargo de prefeito de Floriano.

dc365cc5 459d 4bbd ac71 e6e6f5885de6Maurício Bezerra. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

A entrevista foi feita na tarde de ontem, momento em que nosso site passava por um processo de mudança pra melhorar a qualidade do nosso trabalho, razão pela qual estamos veiculando agora.

Da redação.

Em entrevista à coluna, o deputado Fábio Novo (PT) nega qualquer possibilidade de desistir da pré-candidatura a prefeito de Teresina. O petista afirma que forças do próprio governo do estado estariam tentando fazer com que ele desista da campanha. Novo afirma que irá resistir à pressão e seguirá até o final com o projeto para Teresina. Ele afirma que seguirá mesmo que seja sozinho.

fabio novo okokokFoto: RobertaAline/CidadeVerde.com

“Eu não vou desistir. Na minha história não existe desistir. Parecem que tem medo do novo, medo do Fábio Novo. Essas forças, inclusive umas de dentro do próprio governo, tem medo do Fábio Novo. Não faço mal a ninguém. Não precisa ter medo do Fábio Novo. Tenho direito de disputar. Vou até o fim. Nem que seja sozinho. Quem quiser me seguir pode vir. Quem não quiser escolha o caminho que quiser. Tem forças de dentro do governo que temem a minha candidatura por medo do novo. A minha história me credencia a ser prefeito”, afirmou.

No final de semana, o pré-candidato terá um encontro com o governador Wellington Dias. Ele afirma esperar do governador apoio no primeiro turno por ser o nome do Partido dos Trabalhadores.

“Não preciso reforçar nada para o governador. Eu espero é que ele nos apóie. Os partidos da base aliada precisam entender que cada um tem direito de lançar seus candidatos. Se entendem que o Fábio Abreu é um bom nome, isso é ótimo. Ele tem o direito de ser. E o Fábio Novo não tem o direito de sufocar o Fábio Abreu. Dr. Pessoa também é do mesmo jeito. Havendo uma candidatura do partido do governador, o correto é que o governador pode apoiar os demais pré-candidatos da base, no segundo turno. No primeiro turno cada partido marcha com sua candidatura. Nos segundo turno sentamos para conversar. No primeiro turno espero empenho do meu partido e do governador porque ele é do meu partido. Ele é eleitor de Teresina e espero o voto dele. O anormal seria ele não votar em mim no primeiro turno”, destacou.

Na próxima semana, Novo terá uma reunião com os aliados para marcada a data da convenção.

“As pessoas acham que campanha é só ganhar. É acreditar que você pode ser uma alavanca transformadora. Nosso projeto é bom para Teresina. Podemos fazer mais e melhor. Eu me habilitei para ser candidato. O nome do Fábio Novo conseguiu pacificar o PT. O governador dizia que era preciso pacificar o PT. Ele foi candidato em 2012 e não ter bom desempenho. Mas passaram muito tempo brigando e saíram sozinhos. Eu não estou sozinho tem o PCdoB e o Solidariedade. Por que vou desistir? Não existe essa história de desistir. Na próxima semana vamos sentar com os alaidos e marcar a data da convenção“, afirmou.

Fonte:cidadeverde.com

  • Paçoka
  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Med Plan
  • Espeto e Cia