• Garoto
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Farmaduty

O presidente do Progressistas no Piauí, deputado Júlio Arcoverde, fez um desabafo nesta quarta-feira (03), na Assembleia Legislativa do Estado. Segundo ele, haveria um membro do governo de Wellington Dias (PT) que estaria implantando informações sobre possível rompimento entre o senador Ciro Nogueira ( PP) e o governador.

c23beb0dac70fcd6a374acb8ca52d048Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

Segundo Júlio, o governador já saberia quem é a pessoal responsável pelas informações. Júlio afirma que com a mudança na formação do governo esse membro deve ser afastado.

"Essas informações são plantadas. Digo muito aos colegas da base governista que isso é plantado por pessoas de dentro do próprio governo. Essas pessoas não querem que o senador Ciro Nogueira fique com o governador. Sabemos quem é essa pessoa. Sabemos como elas trabalham e até o próprio governador Wellington Dias já detectou", disse.

Júlio lembra que há quatro anos existem boatos sobre possível rompimento. "Com a mudança de Governo muita coisa deve mudar com relação ao senador Ciro Nogueira. Nada nos afasta do governador. Estamos juntos desde 2014. Passaram quatro anos esperando o rompimento e nunca ocorreu", afirmou.

O líder progressista diz que o partido tem sido sincero com o governador ao revelar o projeto político de lançar candidato a governador em 2022.

"Somos sinceros e o governador sabe disso. Sempre deixamos claro que teremos candidato em 2020. Ele sabe desse projeto desde 2014. O governador sabe de onde partem essas fofocas. Não são da base, mas de dentro do próprio governo", afirmou.

 

Fonte:cidadeverde.com

Em visita à cidade de Floriano o Empresário e ex-candidato a Governador Fábio Servio, faz um breve relato da conjuntura política atual e explanou alguns assuntos de interesse do município de Floriano. 

WhatsApp Image 2019 04 01 at 08.50.32

As informações com foto foram repassadas pelo líder político Leandro Antão, apoiador da candidatura de Fábio sérvio e Jair Bolsonaro em nossa cidade e região. Presentes ao encontro líderes como o Radialista Ribamar dos Santos, dentre outros.

Na tarde desta quinta-feira, 28, o ex-senador João Vicente Claudino reuniu os deputados estaduais Nerinho e Janainna Marques, prefeitos e lideranças políticas filiadas ao PTB para formação da nova executiva do partido no Piauí. O encontro confirmou apoio ao retorno de JVC à presidência do PTB. O próximo passo será a formalização da mudança junto à direção nacional, prevista para o início de abril.

jvc46Foto: Instagram/Manoel Portela Filho

 

Fonte:cidadeverde.com

O MDB e o PT vivem um clima tenso na Assembleia Legislativa do Estado, devido à discussão sobre o critério para a formação da composição do governo de Wellington Dias (PT). Os partidos discordam sobre o critério e já houve troca de farpas públicas.

3a4c59ccbe7637c321e046439a4e96e0Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

Para o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB), não pode haver “sangria desatada”. O emedebista pede paciência aos partidos que fazem parte da base aliada do governador Wellington Dias.

“Não se pode ter agonia. Não se pode ter sangria desatada. Tem que deixar para o momento certo. Na hora certa. Os deputados precisam se preocupar com problemas de estradas barragens e outros problemas que estão acontecendo no Estado. Essa questão se resolve no seu devido tempo. Na sua devida hora. Não precisa tanta agoniação”, disse.

Themístocles Filho nega que a declaração seja uma alfinetada em algum deputado da base aliada. “Isso não é alfinetada em ninguém. Tudo na vida tem a hora de acontecer”, destacou.

A polêmica foi acirrada após o deputado, Franzé Silva (PT), afirmar que o PT quer que o critério seja o número de votos dos partidos. Já o MDB, quer que o partido com a maior bancada na Assembleia Legislativa do Estado tenha preferência na distribuição dos cargos. Para o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB), não pode haver “sangria desatada”. O emedebista pede paciência aos partidos que fazem parte da base aliada do governador Wellington Dias.

“Não se pode ter agonia. Não se pode ter sangria desatada. Tem que deixar para o momento certo. Na hora certa. Os deputados precisam se preocupar com problemas de estradas barragens e outros problemas que estão acontecendo no Estado. Essa questão se resolve no seu devido tempo. Na sua devida hora. Não precisa tanta agoniação”, disse.

Themístocles Filho nega que a declaração seja uma alfinetada em algum deputado da base aliada. “Isso não é alfinetada em ninguém. Tudo na vida tem a hora de acontecer”, destacou.

A polêmica foi acirrada após o deputado, Franzé Silva (PT), afirmar que o PT quer que o critério seja o número de votos dos partidos. Já o MDB, quer que o partido com a maior bancada na Assembleia Legislativa do Estado tenha preferência na distribuição dos cargos.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Rastek
  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Blossom