• Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX

A oposição ao governo de Wellington Dias (PT) trabalha para indicar a presidência da comissão de Educação, Saúde e Cultura da Assembleia Legislativa do Estado. A vereadora Teresa Britto (PV) afirma que não descarta judicializar a questão, caso a oposição não consiga presidir a comissão.

06e07b63ea2ae6d7007f176764238a38Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

“Os quatro deputados da oposição já sentaram e decidiram a reivindicação que farão. Vamos compor todas as comissões como membros. Vamos pleitear a presidência da comissão de Educação, Saúde e Cultura. São 10 comissões. Estamos dialogando para ter a presidência. A precisa ter o oposição de participar de decisões”, disse.

Teresa Britto é o nome da oposição para presidir a comissão de Educação, Saúde e Cultura. “Se o diálogo não surtir o efeito esperado, vamos judicializar. Temos direitos garantidos dentro do Regimento Interno dessa Casa”, declarou.

A deputada contesta acordo que exclui deputados de primeiro mandato de comandarem as comissões. “Esse acordo que fizeram, não sei quem teve essa idéia terrível, é um acordo imoral e ilegal. Não é constitucional. Isso não pode acontecer. Deputado eleito de primeira vez ou reeleito tem os mesmo direitos.O passado é o passado, o presente é o presente. Nessa legislatura todos têm o mesmo valor. Somos iguais perante a lei, a Constituição Federal e o regimento interno”, afirmou.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Espeto e Cia
  • Blossom
  • Paraiba
  • Casa Boa Esperança
  • Ada Atten
  • Cabedo