• Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança

O deputado federal, Marcelo Castro (PMDB), ex-ministro da Saúde, afirmou ao Cidadeverde.com que o processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff do cargo representa a instalação do “parlamentarismo” no País.Castro, que foi ministro de Dilma Rousseff negou que assumirá cargo no governo Michel Temer e justifica: “Estava no governo Dilma mês passado e assumir cargo no governo Temer é uma mudança muito violenta”.

ec975964b6d807c7a1f5b5cc18ad924a 1

Marcelo Castro voltou a afirmar que o impeachment não tem base jurídica.

“Colocar uma presidente eleita pra fora por causa de sua baixa popularidade só existe no parlamentarismo, porque no presidencialismo precisaria de base legal. Por isso, estão instalando o parlamentarismo no País”.

Sobre equipe anunciada por Temer na tarde desta quinta-feira, Castro disse que são ministros conhecidos e de escolhida política.

“É um ministério político com nomes conhecidos”.

Marcelo Castro disse ainda que não crê que o governo Temer prejudicará a gestão petista de Wellington Dias. “Não creio nessa hipótese. Isso é coisa do passado. O Lula, a Dilma não retaliou ninguém. Isso não existe”.

Escolha de Meirelles foi gol de placa

Para o ex-ministro, a escolha do nome de Henrique Meirelles para a Fazenda foi bastante acertada. “Acho que o Michel acertou 100% na equipe econômica. Henrique é uma figura de credibilidade nacional e internacional. Foi um gol de placa”.

 

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo
  • Blossom
  • Paraiba
  • Espeto e Cia