• Garoto
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Garoto

O pré-candidato a prefeito de Teresina pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Amadeu Campos, ajuizou queixa-crime contra o líder comunitário Francisco Chagas do Nascimento Júnior, o “Júnior do MP3”, por calúnia, injúria e difamação, crimes previstos nos artigos 138,139 e 140 do Código Penal, agravados por sido cometido na presença de várias pessoas.Amadeu Campos alega ter sido gravemente desrespeitado na reunião do Partido dos Trabalhadores realizada no dia 18 de junho de 2016. Na ocasião, Júnior do MP3 fez graves acusações e ofensas, dentre elas de Amadeu Campos ser o mandante do homicídio do jornalista Donizetti Adalto e de ter corrompido o desembargador Albuquerque, do Tribunal de Justiça do Piauí, e ainda, de se envolver com prostituição.

A ação foi ajuizada as 12h18min da terça-feira, 21 de junho, e tramita na 09ª Vara Criminal da Comarca de Teresina.

amadeu campos 359636Amadeu Campos. (Imagem: Lucas Dias/GP1)

Outro lado

O GP1 entrou em contato com o líder comunitário Júnior MP3 que afirmou que não estava sabendo da ação e disse estar tranquilo, pois tem Deus ao seu lado.

“Ele entrou com uma ação?. Eu não estava sabendo. Estou sendo informado agora pelo GP1. Essa é a nossa Justiça. Vivemos um país onde um vitimizador tenta se sobressair sobre os justos. Agora eu conto com Deus, que está ao meu lado. Pode ter certeza que eu não irei desistir e nem recuar, pois tenho Deus ao meu lado”, declarou.

junior do mp3 363665Júnior do MP3. (Imagem: Lucas Dias/GP1)

 

Fonte:GP1

  • Rastek
  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba