• Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança

"Eu não perdoo ele", declarou o pai do estudante Gabriel Breno ao saber que o suspeito de matar o seu filho, no dia 17 de julho deste ano, quer o perdão de Deus e dos familiares da vítima pelo crime, ocorrido no Centro de Teresina.

d4dbf390556a77d54b4ecc9bc409f920

O pai de Gabriel, o socorrista Evandro Silva, conta que a família recebeu a notícia da prisão de Deivid Ferreira de Sousa por meio das rede sociais e afirmou que ela é o primeiro passo para que a Justiça aconteça.

"Perdoar, eu não perdoo. Não estou de acordo com isso até porque ele fez sim tudo premeditado. Perdão, só se for o de Deus, mas o meu ele não tem", disse o pai.

Sobre choro ao ser preso, Evandro contou que, para ele, não são lágrimas de arrependimento, mas porque, enfim, Deivid foi preso após 16 dias de foragidos (contatos a partir da expedição do pedido de prisão pela Justiça).

"Ele tava chorando porque foi preso, ali acabou a liberdade dele. Pra mim, não era verdadeiro e não me convenceu de jeito nenhum", disse Evandro, afirmando que agora é esperar que o ele permaneça preso até ser julgado e condenado.

ff9153cf770b9c00d1e2be28a01ba2ae

Para a família da vítima, a prisão de Deivid foi um momento de alegria diante da tragédia vivida. "Nós ficamos felizes porque estávamos esperando por isso. Agora, é esperar que ele continue preso", diz o pai.

Sobre a ausência do filho, Evandro conta que a "saudade é grande, mas que precisa se acostumar. É uma saudade de todos os dias, de toda hora, é uma falta muito grande que dói para sempre".

De acordo com a Polícia Civil, o crime teve motivação passional. O suspeito descobriu que sua companheira manteve um relacionamento extraconjugal com Gabriel e, por isso, planejou matá-lo.

Gabriel Brenno morreu após ficar seis dias internado em estado gravíssimo no Hospital de Urgência de Teresina. Natural de Caxias (MA), o jovem estava na capital para estudar em um curso preparatório. Ele faria as provas da Escola do Sargento das Armas (ESA) do Exército Brasileiro.

Fonte:cidadeverde.com

Dois lavadores de carros que trabalham na Avenida Maranhão foram presos suspeitos de comercializar drogas na região. A prisão ocorreu na segunda (05) pela equipe da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE).

31a0dc30cfa81406ad837c235a845cbeFotos: Depre/Divulgação

O delegado Luciano Alcântara, da DEPRE, relatou que os suspeitos foram identificados como Airton Luis Ribeiro (31 anos) e Maria Eduvirgens Pereira (32 anos), ambos trabalham em pontos diferentes de lavagem de veículos; uma distância de 50 metros entre os dois.

Após monitoramento dos suspeitos, as equipes fizeram a abordagem e encontraram drogas com os dois. O Airton Luis escondia a droga dentro do capacete.

O delegado ressaltou que essas prisões são desdobramentos da Operação Plataforma, realizada no início do ano na Vila Irma Dulce, zona Sul de Teresina.

“Nessa operação, nós colhemos algumas informações de possíveis pontos de comercialização de drogas na Avenida Maranhão, somadas com algumas denúncias anônimas feitas pelo aplicativo DEPRE-DH. Então, equipes da DEPRE começaram a fazer o monitoramento da região”, disse Alcântara.

A investigação apontou que havia movimentação típica de tráfico de drogas. “O detalhe é que eles faziam o sistema de venda de pequenas quantidades de droga. Eles levavam pequenas quantidades e, após a venda dessa pequena quantidade, eles retornavam com mais um pouco e vendia. ‘Um trabalho de formiguinha’ para dificultar a ação policial”.

0830235a4a027dcca223062bbcfee258

Fonte:cidadeverde.com

Um motorista de 40 anos que dirigia um veículo de carga foi autuado portando 123 comprimidos de droga na BR-316 em Valença, a 216 Km de Teresina. A substância é utilizada como inibidor de sono e seria para consumo próprio do motorista.

6283b50e8283719c838c0ed7f91237a8Foto: PRF

"Os agentes detectaram após levantamentos que o condutor estava dirigindo a quase 24 horas o veículo sem nenhuma indicação de tempo de descanso".

Os comprimidos são de substância análoga ao medicamento Nobésio Extra Forte. Esse medicamento é utilizado pelos motoristas como inibidor de sono, comumente conhecido como "rebite", de forma a prolongar o tempo acordado e poder dirigir por longas distâncias.

"O medicamento foi encontrado por baixo das roupas íntimas do condutor após revista pessoal. O homem apresentava-se bastante alterado com olhos vermelhos, com aparência sonolenta e pupila dilatada", informou a PRF.

O condutor relatou ter comprado os comprimidos da droga em um posto de combustível na cidade de Ipiranga do Piauí, a 48 Km de Valença.

24 horas sem dormir

Uma análise do disco cronotacógrafo do veículo apontou que o condutor não tinha respeitado os tempos de direção e descanso estabelecido em lei. O condutor estava conduzindo o veículo a quase 24h de maneira ininterrupta.

O motorista foi autuado com um Termo Circunstanciado por porte de droga para consumo e condução de veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de droga. A ocorrência foi encaminhada ao Juizado Especial Criminal na comarca de Valença

Balanço 2019

Somente este ano, a PRF já apreendeu 884 unidades de anfetaminas nas rodovias federais que cortam o Piauí, sendo na sua maioria encontrada com condutores de veículos de carga. Mais de 50 condutores foram encaminhados para a justiça para os procedimentos cabíveis.

 

Fonte:cidadeverde.com

Foi furtada uma motocicleta Honda Fan 150, cor cinza, placa OEF-8760 Floriano-Piauí, no momento em que o seu proprietário de nome Joelmo da Silva Reis Sousa estava tratando de negócios no Banco do Brasil.

Qualquer informação deve ser passada para a Polícia Militar pelo telefone 190, ou entrar em contato com o número (89)9.9469-4677.

WhatsApp Image 2019 08 07 at 14.49.42

Da redação

  • Paraiba
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Casa Boa Esperança