• Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Casa dos frios
  • Garoto
  • Farmaduty

Um procurador da Fazenda foi preso pela Polícia Federal nesta quinta-feira (3) sob suspeita de atacar uma juíza na sede do TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), em São Paulo. O suspeito foi detido no local, na avenida Paulista, e levado nesta noite para a sede da PF, na zona oeste da capital paulista.

5ed981d97c0673a9aeab85543caf5addFoto: Divulgação/ redes sociais

A informação foi relevada pelo site Conjur.

Segundo a PF, as circunstâncias do caso ainda estão sendo apuradas. Procurada, a assessoria do tribunal informou apenas que a juíza Louise Filgueiras, vítima do episódio, passa bem.

O Conjur diz que ela teve seu gabinete invadido pelo procurador da Fazenda Nacional Matheus Carneiro Assunção, que teria acertado uma facada no pescoço da juíza. O ferimento, porém, foi leve. Louise havia sido convocada para substituir um desembargador de férias.

O episódio ocorre em meio ao choque da classe jurídica depois de declarações do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que disse ter planejado matar o ministro do STF Gilmar Mendes em 2017. Na semana passada, Janot disse a veículos de imprensa que chegou a entrar uma vez no Supremo Tribunal Federal armado com uma pistola com a intenção de assassinar Gilmar, por causa de insinuações que ele teria feito sobre sua filha.


O ex-PGR afirmou que "só não houve o gesto extremo porque, no instante decisivo, a mão invisível do bom senso tocou meu ombro e disse: não".

Fonte: FolhaPress

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, obteve autorização da Justiça para cumprir sua pena na cidade de Niterói, na região metropolitana da capital do estado. Ele será levado para a Unidade Prisional Militar do Estado do Rio de Janeiro, onde está preso o também ex-governador Luiz Fernando Pezão.

73ce724925e0b580ea711176e9881a02Foto: arquivo/AntônioCruz/AgênciaBrasil

Atualmente, Cabral se encontra na Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8, que integra o Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste da capital fluminense. A transferência era um pedido da sua defesa e foi atendida pelo juiz federal Marcelo Bretas, em despacho assinado na terça-feira (1º) e tornado público hoje (3).
Procurada pela Agência Brasil, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que ainda não foi comunicada oficialmente da decisão. Assim, ainda não há previsão para que a transferência ocorra.

Cabral, que comandou o estado de 2007 a 2014, se encontra preso desde novembro de 2016. Condenado em 11 processos que se desdobraram da Operação Lava-Jato, suas penas somam 233 anos e 11 meses de prisão. Já Pezão, que foi vice de Cabral e o sucedeu a partir de 2014, foi detido em novembro de 2018 quando ainda exercia seu mandato.

No pedido de transferência, a defesa de Cabral sustentou que o ex-governador tem confessado seus delitos e desagradado inúmeras pessoas, inclusive algumas que se encontram no Complexo Penitenciário de Gericinó. Os advogados também argumentaram que a legislação assegura tratamento prisional distinto a ex-governadores e que seu cliente apresenta comportamento carcerário exemplar.

O juiz Marcelo Bretas escreveu em sua decisão que Cabral vem de fato adotando participação colaborativa nas ações penais em que é réu e concordou que tal comportamento pode gerar animosidades contra ele. Segundo o magistrado, ainda que não tenha sido apresentada nenhuma comprovação de ameaça à sua integridade física, o temor do ex-governador seria suficiente para justificar a transferência.

"Com fito de ser coerente com decisões por mim proferidas em casos análogos, e considerando que o ex-governador Luiz Fernando Pezão, ainda que por determinação do STJ [Superior Tribunal de Justiça] – e não deste Juízo, encontra-se custodiado na Unidade Prisional Militar do Estado do Rio de Janeiro, a transferência de Sérgio Cabral deverá ocorrer para o referido presídio", decidiu Bretas.

Fonte: Agência Brasil

O senhor Pedro Felix teve a sua motocicleta tomada de assalto no momento em que chegava na residência de sua namorada no bairro Manguinha em Floriano. Segundo narrativa da vítima ao Portal jc24horas, ele estava na porta da casa e quando percebeu a atitude suspeita dos dois elementos, entrou para a casa correndo junto com a namorada, mas os dois meliantes  acompanharam o casal e já na parte interna disseram que se ele não entregasse a chave da moto seria assassinado.

WhatsApp Image 2019 10 04 at 01.20.17Moto levada pelos meliantes. (Imagem:Divulgação)

A moto levada pelos elementos foi uma Honda Titan 150, cor preta, Placa NID 2180. Confira no vídeo abaixo, detalhes da ocorrência narrada pela própria vítima.

Da redação

Acaba de ser furtada uma moto Honda CG 125 branca ano 2012/2013 (com baú da devassa na traseira) placa OUA-9823, fato ocorrido por volta das 13:00h.
De acordo com as informações chagadas ao jc24horas através do whatsapp, a vítima cujo nome não foi revelado esqueceu a chave na ignição, e enquanto teve afastada da moto um individuo de camiseta verde a furtou.
Segue foto da moto e informações.

WhatsApp Image 2019 10 03 at 13.48.24

Da redação

  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba