• Farmaduty
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Posto Aliança

Hoje(11), por volta das 07:30 horas foi encontrado em um dos sacolões(alimentos levado pelos familiares dos presos), um aparelho de telefone celular marca LG tipo lanterninha. Segundo informações colhidas por nossa reportagem, o telefone foi elvado pelo pai de um presidiário, foram adotadas todas as providências cabíveis em torno do caso e administrativamente também será feito o procedimento interno com relação ao detento que receberia o telefone. O seu nome não foi revelado.

WhatsApp Image 2018 05 08 at 14.45.14Penitenciária Gonçalo de Castro Lima. (Imagem:Divulgação/PGCL)

Somente este ano, foram feitas sete apreensões de material ilícitos na Penitenciária Gonçalo de Castro Lima, sendo 02 de celulares e 05 de entorpecentes. Alguns visitantes insistem nessa prática delituosa apesar da intensa vigilância dos profissionais comandados pelo Diretor Luiz Ferreira.

 

Da redação 

Na manhã de hoje(11) uma equipe da Polícia Militar composta pelo Sargento Bispo e o Soldado Noleto efetuou a prisão do homem identificado como Felipe dos Santos Cardoso, que foi flagrado tentando assaltar uma farmácia localizada próximo ao mercado público central usando uma faca como arma. Felipe foi contido pela própria população que acionou a PM que conduziu o suspeito para a Delegacia de Polícia juntamente com a faca usada na prática do crime.

WhatsApp Image 2019 08 11 at 17.02.36Felipe dos Santos Cardoso. (Imagem:Divulgação/PM)

Na delegacia foi constatado que existem três mandados de prisão em desfavor do Felipe dos Santos que foi autuado em flagrante pela equipe de plantão.

WhatsApp Image 2019 08 11 at 10.52.02Material encontrado com o suspeito. (Imagem:Divulgação)

Da redação

A Polícia Militar de Bacabal, interior do Estado do Maranhão, prendeu o cantor Paulynho Paixão, na madrugada deste domingo (11). Ele é suspeito de ter agredido a esposa a chutes. A vítima pediu socorro na delegacia, com um corte na cabeça.

a63436de36326a1cfd8f814b2491fafeFoto: Instagram @pulynhopaixao

"Por volta das 4h da madrugada, alguns policiais militares estavam levando um preso para a delegacia e ao chegarem lá, uma senhora entrou pedindo socorro, porque estava sendo agredida pelo companheiro", relata o sargento Moraes, do Copom da cidade.

Francisco de Paula Moura, que é o verdadeiro nome de Paulynho, havia feito um show em Bacabal. Depois, ele sua esposa se hospedaram em um hotel nas proximidades da delegacia, por isso a vítima conseguiu ir a pé até a polícia.

"Ela chegou com um corte na cabeça que sangrava muito e falou que estava sendo agredida pelo marido. Fomos até o hotel, encontramos o autor e o conduzimos até a delegacia para prestar depoimento", explica o tenente Marcones Matos, que participou da ação.

Segundo o tenente, Paulynho estava tranquilo e não apresentava sinais de embriaguez. "A versão dele é que houve uma discussão entre ele e a mulher, por motivos de ciúmes, e ela caiu e bateu a cabeça", diz o tenente.

Já a versão da vítima é a de que as agressões são frequentes. "Ela disse que ele a bate há muito tempo e que já não aguentava mais", completa o tenente.

A vítima foi encaminhada para o hospital local para tratar do ferimento na cabeça. O cantor prestou depoimento e ficou preso.

"Ele foi autuado em flagrante e deve responder de acordo com a Lei Maria da Penha", diz o policial.

Caso anterior

Em maio de 2011, o cantor foi preso por agressão à namorada, uma adolescente de 16 anos. A garota foi encontrada dentro de um carro com marcas de sangue, numa estrada viscinal que dá acesso à avenida dos Ipês, na Vila Mandacaru, bairro São João, zona Leste de Teresina, por volta das 6h30.

Ela estava só de camisola, deitada no banco do carro, gemendo. Os policiais constataram sinais de agressão e conduziram a adolescente para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Ela não prestou queixa contra o cantor, por isso, dias depois ele foi liberado. Em depoimento, a vítima disse que se feriu por causa de uma discussão que eles tiveram e depois o cantor freou bruscamente. Os dois estavam sem cinto de segurança e ela bateu com o rosto no vidro, gerando a lesão.

Em depoimento Paulynho Paixão confirmou a versão da vítima. Ele disse que ela teria recebido uma ligação e ele freou o carro de uma vez. Os dois estavam sem cinto, por isso ela bateu o rosto no vidro do carro.

Em julho do mesmo ano (2011), outro caso de suposta agressão do cantor veio à tona.

 

Fonte:cidadeverde.com

Um homem de 38 anos, suspeito de assassinar a própria tia no Distrito Federal, em Brasília, foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na estação rodoviária de Ouricuri, no Sertão de Pernambuco. Após cometer o crime, ele havia embarcado em um ônibus com destino ao Piauí e foi monitorado pela PRF do Estado. Depois ele pegou outro coletivo em direção a Pernambuco.

03411f72b1c6440b526d5480010b03feFoto: Divulgação PRF

O suspeito estava dentro do ônibus interestadual no momento da abordagem. Com o apoio da Polícia Civil do DF e da PRF do Piauí, os policiais conseguiram descobrir o itinerário da viagem e localizar o homem em Ouricuri. Ele informou que de lá seguiria para Caruaru, no Agreste de Pernambuco, e em seguida para Alagoas.

A tia do suspeito, Maria Almeira do Vale, tinha 68 anos e foi brutalmente assassinada dentro da casa de parentes, na manhã de quinta-feira (08), em um condomínio do Paranoá (DF). Ela morava em Minas Gerais e estava no DF visitando seus parentes há quatro dias. Na mesma quinta-feira, ela voltaria para sua terra natal, mas foi encontrada morta em um barracão, local onde dormia, nos fundos da casa da família onde estava hospedada. O suspeito do crime é o sobrinho Fábio Vale.

Ele dormia no quarto ao lado. No momento do crime, a família estava na residência da frente, mas ninguém ouviu nada. Maria foi achada morta com capacete e uma camisa na cabeça, enrolada em cobertores. No tronco, uma calça de moletom do acusado. A suspeita é de que ela tenha morrido por esganadura.

Quando chegaram ao local do crime, agentes da 6ª DP se depararam com uma cena chocante. “Pode ser que ele tenha a agredido com esse capacete. Havia muito sangue e cabelo da vítima espalhados pelo chão e também nas paredes”, detalhou a delegada.

O suspeito foi detido e encaminhado à delegacia de Polícia Civil da região de Ouricuri. Ele será transferido no sábado (10) de volta à Brasília, para a continuidade dos procedimentos legais.

 

Fonte:ci

  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Casa Boa Esperança
  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo