• Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Casa dos frios
  • Casa dos frios
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Dario PAX

Um jovem de 18 anos foi morto com um tiro no rosto após uma confusão em frente a uma boate na cidade de Encantado, no Vale do Taquari, no final da madrugada deste sábado (17). De acordo com informações da Brigada Militar, a vítima foi identificada como Alisson Moraes Spegiorini.

alisson morares Alisson Spegiorini, 18 anos, morreu em frente à boate, em Encantado (Foto: Arquivo Pessoal)
De acordo com o relato de testemunhas coletado pela Brigada Militar no local do crime, o jovem estava em frente à boate, quando se aproximou da porta por causa de uma briga, e acabou sendo atingido por um disparo no rosto. Ainda de acordo com os relatos, o autor do disparo teria sido um segurança do local, que fugiu pelos fundos com a chegada da polícia.
Segundo as informações preliminares repassadas pela BM, ainda não se sabe se o jovem estava envolvido na confusão.
O Samu chegou ao local para atender o caído no chão, mas constatou a morte. Enquanto a equipe aguardava a chegada da perícia, a ambulância chegou a ser depredada por cerca de 30 pessoas que estavam no local.
De acordo com a Brigada Militar, como foi constatada a morte, a equipe da Samu não poderia retirar o corpo do jovem do local até a chegada dos peritos. A polícia militar foi acionada, e também teria sido atacada. Balas de borracha foram usadas para dispersar quem estava no local.
O caso foi registrado pela Delegacia de Polícia de Lajeado, que ficará responsável pela investigação. Imagens de câmeras foram recolhidas pela polícia.

 

Fonte: G1

O corpo do ator Domingos Montagner foi retirado do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe por volta das 8h40 desta sexta-feira (16). Ele foi encaminhado para uma funerária, para ser preparado para o transporte aéreo, mas ainda não há confirmação oficial se ele será levado para o estado de São Paulo, onde morava com a família.

fineraria 1Segurança foi reforçada em frente a funerária para onde o corpo de Montagner foi levado (Foto: Lucas Rosário/SSP)
Montagner morreu na tarde da quinta-feira (15) após desaparecer nas águas do Rio São Francisco, onde foi arrastado pela correnteza. O ator tinha 54 anos e interpretava Santo em "Velho Chico", novela da TV Globo.
O corpo dele foi liberado por um médico da emissora, que tinha uma procuração assinada pela família. Montagner foi levado em seguida para um laboratório, onde será preparado com um procedimento de conservação chamado tanatopraxia. A depender da situação do corpo, o preparo pode demorar cerca de três horas.
“Além de todo o carinho, respeito e responsabilidade de sempre, teremos o cuidado em reduzir o número de funcionários no laboratório, para reforçar o sigilo, pois sabemos que casos de repercussão como este despertam a curiosidade”, afirmou Fernando Góes, proprietário da funerária.
O diretor do IML, José Aparecido Cardoso, informou por volta das 3h desta madrugada que o resultado da necropsia apontou que Montagner morreu por asfixia mecânica provocada por afogamento. “Nós encontramos algumas lesões superficiais, e a causa da morte foi constatada por afogamento”, afirmou.
O laudo descartou que o ator tenha sentido algum mal-estar antes da tragédia. Ele deixa a mulher, Luciana Lima, e três filhos.
Como foi o acidente
O ator gravou cenas da novela na parte da manhã desta quinta. Após o término da gravação, ele almoçou e, em seguida, foi tomar um banho de rio, acompanhado da atriz Camila Pitanga. Durante o mergulho, não voltou à superfície. Camila avisou a produção, que iniciou imediatamente a procura pelo ator.
A atriz descreveu o acidente para a polícia. Segundo ela, os dois foram até uma pedra e mergulharam no rio. Depois, ela notou que havia muita correnteza e avisou Montagner. Eles nadaram de volta para a pedra, Camila chegou primeiro e tentou duas vezes segurar na mão do ator. Mas a correnteza o arrastou.
Segundo o delegado Antônio Francisco Filho, os atores queriam mergulhar em um local mais tranquilo. “Eles acharam que era seguro, mas, na verdade, era um dos mais perigosos para o banho. Esta é uma parte do rio em Canindé que não é comum ser utilizada pelos banhistas”, afirmou.
Mais de 50 pessoas do Corpo de Bombeiros, polícias Civil e Militar, Grupamento Tático Aéreo (GTA), composta por um helicóptero e um avião bimotor, além de uma equipe de mergulhadores, participaram das buscas pelo ator.
As equipes de buscas localizaram, por volta das 20h40, o corpo do ator preso nas pedras, a 18 metros de profundidade e a 320 metros da margem, da prainha de Canindé de São Francisco – que fica na divisa entre Sergipe e Alagoas, onde foi visto pela última vez.

 

Fonte:G1

En nota enviada à redação do portal jc24horas, o Comandante do 3º BPM, Ten Cel Rubens Lopes informou que "na tarde de ontem, por volta das 14h10 foi encontrado pela Guarnição da Viatura Comandada pelo Sargento Ricardo, gravemente ferido por lesão provavelmente provocada por arma branca, no bairro Tiberão o indivíduo JOÃO HENRIQUE DOS SANTOS, vulgo NÊ, foragido da Penitenciária Major César Oliveira em Teresina desde o dia 31/07/2016. No entanto ao ser socorrido pelo SAMU veio a óbito ainda no local.

Screenshot 2016 09 16 08 48 47João Henrique dos Santos. (Imagem:Divulgação/PM)

Esse malfeitor da lei morava no bairro Alto da Cruz aqui em Floriano e desde que chegou à nossa cidade, na condição de fugitivo, praticou vários assaltos, dentre eles o do Cel Vieira, sendo que a última vítima foi lesionada na barriga ontem à noite durante um assalto no bairro Curador. Até ontem 4 vítimas haviam o reconhecido como seu algoz, inclusive o Cel Vieira, e em razão disso e de outros delitos praticados por esse presidiário, o Dr Walter já havia preparado o pedido de Prisão Preventiva desse infrator. mas nem precisava pois já estávamos com as Equipes de Serviços em busca dele, haja vista que estava na situação de foragido, sendo prescindível o Mandado Judicial em comento. Mas valeu mais uma vez o velho jargão "A justiça tarda mas não falha!", Na verdade ninguém deve desejar a morte do próximo, mas se esta ocorrer para o bem dos outros, que assim seja. Fica a certeza de que a vida no mundo do crime não compensa, e no caso em tela, podemos afirmar que é menos um que não causará mais danos às pessoas de bem da nossa comunidade."

 

Fonte:Ascom/3º BPM

Jovens de Teresina e Timon – na faixa etária de 17 a 20 anos - estão sendo recrutados por quadrilha para praticarem roubo de caminhonete de luxo na capital piauiense.

c3458490e03fe791ae2fbe3e777f926bOperação policial. (Imagem:cidadeverde.com)

O delegado Cadena Júnior, que investiga o caso, informou ao Cidadeverde.com que foram presos quatro suspeitos de integrar esse bando interestadual. O líder que mora em Timon arregimentava jovens desempregados. Um dos presos tem cinco pedidos de prisão, porém a justiça até agora não concedeu nenhuma liminar.

"Alguns dos suspeitos que roubam carros em Teresina eram arregimentados pelo Pereira, vulgo Tiririca, que recrutava jovens na Vila do BEC, em Timon e Teresina, já que um dos presos é do bairro Saci", explica o titular da Polinter.

Os suspeitos foram identificados como Emerson de Sousa Pereira (vulgo Macaquinho), Jeiel Telles Veloso de Macedo, Rafael de Jesus Pereira (vulgo Tiririca) e Waldeky Kleber dos Santos Marinho.

As prisões ocorreram por volta das 20h, na cidade de Peritoró-MA. Os presos estavam em um veículo modelo voyage e trocaram tiros com os policiais. As prisões foram coordenadas pela Polinter com apoio das polícias militar e rodoviária federal do Maranhão.

"O voyage é da irmã de um deles e foi visto em, pelo menos, cinco assaltos em Teresina. O carro era usado para dar suporte aos suspeitos que desciam a pé e faziam o assalto. No momento da abordagem, as equipes tiveram que disparar contra o voyage. Mesmo com o pneu furado, o suspeito que estava ao volante, jogou o veículo para o acostamento e alguns integrantes da quadrilha tentaram fugir pelo mato, mas foram interceptados por dois PMs", reitera Cadena Júnior.

O grupo criminoso era investigado há dois meses. Cadena ressalta que todos os suspeitos já haviam sido presos, sendo que um deles havia roubado uma camionete no Lourival Parente, horas antes de ser capturado pela Polinter, no Maranhão.
"Eles roubaram a Hillux por volta das 17h e venderam para um receptador do Maranhão por R$ 6.500. Ao ser preso, recuperamos essa quantia. O receptador ainda está sendo procurado. A prisão dos suspeitos vai dar um sossego para a população", reitera. A Hillux roubada (placa OEF 1086/Teresina-PI) ainda não foi localizada.

Os suspeitos devem responder por associação criminosa e roubo majorado.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba