O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, autorizou a Polícia Federal (PF) a periciar o acervo pessoal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Moro atendeu a pedido feito pela força-tarefa da Operação Lava Jato, que apura supostos pagamentos mensais da empreiteira OAS por serviços de guarda de objetos pessoais recebidos como presentes oficiais durante o período em que Lula esteve no cargo.

9594aafde21419a3f4032100d52f6b53Polícia Federal é autorizada a periciar acervo do ex-presidente Lula.(Imagem:Divulgação)

De acordo com a decisão, assinada no dia 17 de fevereiro, a PF está autorizada a abrir e analisar o conteúdo de duas caixas identificadas com as palavras "praia" e “sítio", que estão apreendidas no galpão do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). Moro deu prazo de 20 dias para que a Polícia Federal apresente as conclusões sobre a análise do material.

O resultado da investigação poderá ser usado pela Lava Jato em outra investigação sobre ilegalidades em uma proposta de compra de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral paulista, e a respeito de reformas no Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), local frequentado pela família do ex-presidente.

Em nota, a defesa de Lula informou que recorreu da decisão e disse que Sérgio Moro não tem competência legal para julgar questões referentes ao acervo da Presidência da República. Para os advogados, a decisão de Moro é ilegal e incompatível com os princípios constitucionais de impessoalidade e da legalidade.

"A composição do acervo presidencial de Lula seguiu as mesmas diretrizes observadas em relação a todos os ex-presidentes da República desde 1991, quando foi editada a citada Lei 8.394. Em 9 de fevereiro, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso prestou depoimento perante o juízo da 13ª Vara de Curitiba esclarecendo que os presentes por ele recebidos de chefes de Estado, nas viagens oficiais, foram incorporados ao seu acervo presidencial privado, a exemplo do que ocorreu com Lula", argumentou a defesa.

Fonte: Agência Brasil

postodegasolina 300x250ePedro França/Agência SenadoEncontra-se na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) projeto da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) que torna crime contra a ordem econômica o não repasse imediato, ao consumidor, da diminuição do preço dos combustíveis realizada pela refinaria (PLS 20/2017).

A senadora reclama que a mais recente redução de preços, efetuada pela Petrobras em novembro nos combustíveis vendidos nas refinarias, não foi sentida pelos consumidores que abastecem seus carros nos postos de gasolina.

— Os lucros dos postos de combustíveis aumentam desmesuradamente fruto da prática desses cartéis, que são acordos espúrios, ilegais e nocivos que lesam o consumidor e a economia do país como um todo — argumenta Rose.

A proposta aguarda a sugestão de emendas por parte dos demais senadores. Em caso de aprovação, poderá seguir diretamente para a análise da Câmara dos Deputados.


Fonte: Agência Senado

Dois homens armados com revólver praticaram um assalto por volta das 19h, desta sexta-feira (03/03) na filial do Comercial Carvalho na cidade de José de Freitas, região Norte do Piauí. A ação provocou pânico nos clientes e funcionários que estavam de serviço no momento do assalto.

sus1 6

Segundo relatos de um dos fiscais da empresa ao portal JF Agora, a movimentação estava tranquila no supermercado, quando um dos suspeitos entrou no estabelecimento, pegou um litro de bebida, e na hora de efetuar o pagamento, anunciou o assaltou. Ele chegou a dizer para uma das operadora de caixa ficar abaixada e não esboçar nenhuma reação.

Pouco tempo depois, o segundo assaltante, que estava na área externa, sacou uma arma e se dirigiu para a vitrine, e usando uma ferramenta, destruiu o vidro e pegou vários tabletes e todos os aparelhos celulares do local. Após colocar os objetos eletroeletrônicos em uma mochila, os dois suspeitos fugiram em uma motocicleta.

sus4 4

Uma testemunha informou que um dos assaltantes estava usando uma toca ninja e o outro usando capacete, para dificultar a identificação por parte da polícia e das pessoas que presenciaram a ação.

As equipes da polícia militar de plantão foram acionadas e continuam realizando diligências em toda cidade para localizar e prender a dupla. Durante as buscas a polícia apreendeu uma moto de cor preta, encontrada abandonada, os policiais estão investigando para descobrir se o veículo foi usado pelos suspeitos na fuga.

 

Fonte: Com informações e fotos do Portal JF Agora

 

Em comunicado enviado ao jc24horas, o Comandante do 3º Batalhão Policial Militar fala de uma ocorrência que resultou na prisão de dois elementos e apreensão de um menor de idade que foram flagrados com uma moto roubada. Confira a íntegra do comunidado.

"Na manhã de ontem, por volta das 10h30, no  bairro Riacho Fundo, na periferia de Floriano, após uma denúncia anônima ao COPOM do 3°BPM, a Guarnição da Viatura 302 com apoio da Guarnição do CPU de dia Tenente Moisés, abordou os nacionais Gutenberg Hemerson Rodrigues, 30, Richardson Soares da Silva Reis, 25 e o menor J.H.A.C (vulgo neguim),16, todos residentes em Floriano e com passagens pela Polícia. Após buscas pessoais e varredura no local, foram flagrados na posse de duas motocicletas com registro de furto/roubo e portando um revólver Calibre 38" com 06 munições intactas, motivo pelo qual foram conduzidos à Central de Flagrantes para as providências de polícia judiciária de praxe.  Ressaltando ainda que após serem ouvidos, informaram sobre o paradeiro de uma outra motocicleta roubada, a qual na tarde de ontem foi localizada no bairro Irapuá II, no cruzamento das Ruas Manoel Veloso com a Antonino Freire, com apoio da Equipe da Força Tática".

f314e30a 3d54 4f0d 9ed3 98f6b7fb8b3aMoto recupera pela PM através de denúncias da população. (Imagem:Divulgação/3º BPM)

 

Fonte:3º BPM

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paçoka
  • Med Plan
  • Espeto e Cia