Na tarde de hoje, dois bandidos em uma moto e portando arma de fogo tomaram de assalto uma moto Brós 160 ESDD, placa PIL-1189 nas imediações da Apae no bairro Campo Velho. Os bandidos agiram no momento em que o proprietário se preparava pra sair de casa. Confira o vídeo e ajude a localizar esse veículo.

Screenshot 2016 12 08 18 36 29Casal sendo vítima de assalto. (Imagem:Reprodução)

 

Da redação

O major do Exército Brasileiro Domingos Sávio Costa, 38 anos, natural de Picos (PI) morreu em um acidente de trânsito na tarde desta quarta-feira (7). A morte foi registrada na rodovia BR-020, na altura do município de Pedra Branca, interior do Ceará. Outras duas pessoas da família da vítima ficaram feridas.

4fa7ceae07801f0664b4e2818309fdd8Veículo envolvido no acidente. (Imagem:Divulgação)

A 4ª Cia da Polícia Militar de Boa Viagem informou que o veículo em que o major e os passageiros estavam saiu da pista e capotou em uma ribanceira. O militar de 38 anos ficou preso às ferragens e faleceu no local.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), duas mulheres ficaram feridas e foram levadas a um hospital da região, com suspeita de fratura nas pernas. A esposa do major e o filho de cinco anos, que estavam no carro, não tiveram ferimentos.

Amigos e família lamentam

Nas redes sociais, amigos e familiares deixam manifestações de tristeza pela morte do militar. As mensagens exaltam o caráter e o compromisso do major em seu trabalho. O militar era casado e sua esposa estava no carro com ele.

 

Com informações do G1 Ceará

Os sete suspeitos de participação na morte do cabo do Bope foram presos praticamente 24 horas após o crime. A última prisão ocorreu na noite desta quarta-feira (07). Thaís Monait Meris de Oliveira se apresentou a um policial militar que a encaminhou para sede do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco).

As investigações apontaram que a mulher teria sido responsável por monitorar a vítima e informar ao resto do bando o exato momento em que o policial militar Claudemir de Paula Sousa, de 33 anos, sairia da academia. Os suspeitos teriam combinado que Thaís Monait se levantaria, sinal que significava que o bando podia se aproximar.

"O indivíduo que foi preso hoje à tarde disse que essa garota, a Thais, ficou encarregada de informar o momento da saída do cabo do Bope", disse o delegado Genival Vilela. Todos os sete envolvidos na morte do PM estiveram no local do crime e já foram presos.

A Polícia Civil descobriu ainda que Thaís Monait mantinha relacionamento amoroso com Flávio Willame da Silva que foi preso na tarde de ontem e confessou que atirou no cabo do Bope.

Thaís Monait nega participação, mas o delegado Vilela reforça que há fortes indícios que podem incriminá-la.

"Ela negou participação no delito, mas disse que na noite do crime ingeriu bebida alcóolica no Saci com um dos indivíduos, o Francisco Luan. A participação dela seria prestar informação do exato momento da saída de Claudemir", reitera o delegado do Greco.

38389a8f90fc339c9072fd84851b762cThaís Monait Meris de Oliveira. (Imagem:cidadeverde.com)
Entenda o caso

O cabo do Bope, Claudemir Sousa, foi morto na última terça-feira(06), por volta das 21 horas, quando deixava uma academia na avenida principal do Saci. Dois homens se aproximaram e deram cinco tiros no policial sem chances de defesa. Ele morreu na hora. Um dos suspeitos, Welley Marlon, foi pego horas depois e entregou o resto do bando. O principal suspeito de ser o mandante é o funcionário da Infraero, Leonardo Ferreira Lima, que teria contratado um taxista para fazer a negociação com o restante da quadrilha. O crime foi encomendado por R$ 20 mil. A polícia ainda investiga as motivações do crime, além da hipótese de ciúmes de uma suposta mulher com quem o policial teria envolvido e seria ex do mandante.

 

Fonte:cidadeverde.com

idoso torturado interna 1Idoso torturado até a morte. (Imagem:Portal Coelho Neto)

Um idoso foi morto durante um assalto na noite da terça-feira (06/12), no povoado São José dos Monteiros, em Miguel Alves.

Segundo o 'Portal Coelho Neto', dois homens entraram na casa do senhor José da Costa Cardoso, mais conhecido como Zé Regino, em busca de dinheiro e como não encontraram, acabaram matando a vítima.

A polícia foi acionada e durante as buscas conseguiram prender um homem, identificado como Daniel Farias Cardoso, suspeito de ter praticado o crime, junto com o seu primo, identificado somente como Nildo.

Os dois foram detidos na cidade de Barras e encaminhados para a delegacia de Miguel Alves onde os procedimentos legais foram feitos.

 

Fonte:Portal do Coelho Neto

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba