• Dario PAX
  • veloso
  • Casa dos frios
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • veloso
  • Casa dos frios
  • Garoto
  • Oticas Floriano

O hacker que clonou o celular da primeira-dama Marcela Temer foi condenado em primeira instância a 5 anos, 10 meses e 25 dias de prisão em regime fechado por estelionato e extorsão. Cabe recurso.

marcela2Primeira-dama Marcela Temer durante cerimônia de Lançamento do Programa Criança Feliz no Palácio do Planalto (Foto: Carolina Antunes/PR)
Silvonei José de Jesus Souza pediu R$ 300 mil para não vazar fotos íntimas e áudios de Marcela. Réu primário, Souza cumprirá pena no presídio de Tremembé, no interior de São Paulo.
O processo foi aberto em abril, ganhou classificação “prioritária” e foi concluído 6 meses depois.
O advogado de Souza, Valter Bettencort Albuquerque, se disse "chocado" com a decisão de colocar um réu primário em regime fechado por cinco anos. "Por ele ser de baixa periculosidade, deveria ser regime aberto ou semiaberto", disse Albuquerque.
Souza já estava preso desde maio, e a juíza Eliana Cassales Tosi de Mello, da 30ª Vara Criminal, manteve a prisão preventiva.
"Mike", "Kilo" , "Tango" e "Tim"
No processo, todos os nomes das "vítimas protegidas" foram substituídos por codinomes. Quando o hacker fazia menção a Marcela, o escrivão registrava “Mike”. Quando o hacker se referia a ele próprio, o nome que era registrado era “Tim”. Karlo, o irmão da primeira-dama, virou “Kilo”.
"No dia 18 de abril de 2016, através da anterior clonagem do celular xxx, pertencente à vítima
protegida 'MIKE', para o celular xxx, bem como se valendo da linha de Brasília xxx, também hackeada (clonada), SILVONEI JOSÉ DE JESUS SOUZA, constrangeu a vítima 'MIKE', mediante grave ameaça. O indiciado lhe enviou uma mensagem de voz, entre ela e seu irmão, sobre coisas corriqueiras da cidade, dizendo-lhe o indiciado que 'queria ganhar algum' e que tinha pessoas interessadas em comprá-las, e com intuito de obter, para si ou para outrem, indevida vantagem econômica", diz o início da sentença.
O presidente Michel Temer é nomeado como "Tango" nas investigações. O irmão da primeira-dama relatou em depoimento que recebeu ameaças de Silvonei, o Tim, para que ele lhe pagasse para não revelar fotos do hoje casal presidencial.
"A vítima 'KILO' afirmou que conversou com seus familiares a respeito do que aconteceu e
foi narrado em suas primeiras declarações, tomando conhecimento que sua irmã e seu esposo, também se manifestam em ter seus dados protegidos, sendo nestes autos identificados como 'MIKE' e 'TANGO', respectivamente, e os mesmos vêm recebendo telefonemas no celular de sua irmã, que foi clonado, onde o indiciado afirma estar com uma cópia dos dados do telefone celular de sua irmã 'MIKE' e, assim a ameaça em divulgar tais dados caso ela não efetue o pagamento da importância de R$300.000,00, para não constrangê-la perante amigos, outros familiares e a mídia", diz o processo.
Na decisão, a juíza Eliana de Mello diz que as provas são suficientes para se "imputar a prática do estelionato ao ora acusado. Da mesma forma, restou demonstrado que o réu constrangeu a vítima 'Mike' mediante grave ameaça", diz trecho.

 

Fonte: G1

Nas primeiras horas da manhã de ontem, o Sr Carlito proprietário da loja Infocel, constatou que a mesma havia sido arrombada e os bandidos levaram capas, películas e vidros de celular, aparelhos de telefone celular e 01 notebook. Ao observar as imagens do circuito interno foi constatado pela polícia que o arrombamento aconteceu por volta das 23h 55min do dia anterior.
O caso deve ser apurado pela equipe de investigação do primeiro Distrito Policial que tem a frente o Delegado Walter Cunha Júnior.

055c7f8b 629f 47ec b47f c21a862662843º Batalhão Policial Militar. (Imagem:Arquivo/jc24horas)

 

Da redção.

Por volta das 18h 40min de ontem, no bairro Rede Nova, mais precisamente na estrada que dar acesso ao Conjunto Gabriel Kalume o senhor Cássio Pereira de Sousa trafegava em uma motocicleta XTZ preta, placa NIK-7242, quando de repente dois elementos encapuzados e portando uma espingarda interceptaram o seu caminho e anunciaram o assalto levando o veículo fugindo com destino ignorado. O serviço de rádio patrulha através da viatura 301 foi até o local da ocorrência, realizou várias diligências nas imediações mas até o momento os bandidos não foram localizados.

imgres

A vítima foi encaminhada para a Delegacia de Polícia para registrar o boletim de ocorrência afim de que o caso seja apurado pela equipe de investigação do 2º DP que tem como titular a Delegada Luana Alves.

 

Da redação

Há vários dias circula nas redes sociais, principalmente no whatsapp a fotografia de um homem fantasiado de palhaço preso pela polícia e outra fotografia mostra uma mulher com o rosto ferido e segundo texto anexo trata-se de um elemento que agride as pessoas nas ruas com golpes de facão. Segundo ainda as postagens esse elemento estaria vindo atuar em Floriano.

20161014 082138Ten Cel Rubens Lopes. (Imagem:Arquivo/jc24horas)

Nossa reportagem foi solicitada por uma internauta para que fosse feita uma matéria com alguma autoridade de polícia e na manhã de hoje, entramos em contato com o Ten Cel Rubens Lopes que nos informou que não procede a informação. O oficial disse que a foto foi tirada na cidade de Caxias do Sul e trata-se da prisão de um homem travestido de palhaço que não tem nada a ver com a mulher agredida. O Ten Cel comparou o boato ao que surgiu durante o comando do Cel Lisandro Honório, dando conta da existência de um homem com seringa infectada pelo virus HIV. Tudo boato, segundo o comandante do 3º BPM.

IMG 20161022 WA0051Mulher supostamente vítima do palhaço. (Imagem:Divulgação/whatsapp)

IMG 20161022 WA0050Homem preso em Caxias do Sul-RS. (Imagem:Divulgação/whatsapp)

 

 

Da redação

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba