ms1 baleado 26 de agosto 1Empresário foi morto a tiros em briga de trânsito com policial (Foto: Reprodução/ TV Morena)A briga de trânsito que terminou com a morte de um empresário neste sábado (31) em Campo Grande começou depois que a vítima teria fechado o carro conduzido pelo policial rodoviário federal, segundo testemunhas. O agente suspeito de matar estava uniformizado e a caminho do trabalho. A informação foi repassada ao G1 pela assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso do Sul.
Adriano Correia do Nascimento, 32 anos, dirigia uma caminhonete que foi alvo dos disparos feitos pelo policial. Ele morreu no local.
Segundo as primeiras informações da instituição, "foi necessário intervir e abordar a caminhonete e, durante a abordagem, foram necessários disparos". Em nota oficial divulgada posteriormente, a PRF informou que o policial se apresentou na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro com uma equipe da PRF e da Polícia Militar.

O comunicado ainda diz que a perícia já foi feita no local do crime e que todas as informações referentes ao fato serão levantadas para maior detalhamento da ocorrência. A identificação do policial não foi divulgada.
O delegado de Polícia Civil Enilton Zalla Pires disse que ainda não é possível afirmar se houve excesso na conduta do policial.
Além do empresário, estavam no carro um homem de 48 anos, que foi atingido por um tiro na perna, e um adolescente, que teve ferimentos por conta da batida no poste. Os dois foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa.

O policial está vestido com uma camisa listrada, calça do uniforme e o coturno, com a arma em punho, ao lado de policiais militares. O passageiro da caminhonete grita e xinga o policial.
"Ele está morto por causa dele, esse cara é o responsável, ele é o responsável, prende ele", fala aos policiais militares se referindo ao policial rodoviário.
Testemunhas disseram que a briga começou porque a caminhonete teria fechado o carro do policial, mas não souberam informar se foi de propósito ou acidentalmente.
"Só porque fechamos ele na saída ali ele veio e pressionou nós (sic). Esse cara aí. O Adriano está morto", afirma uma das vítimas no vídeo.
O suspeito conversa com os PMs e o homem ferido discorda ao ouvir o diálogo. "É mentira sua, ninguém te ameaçou de nada. Nós nem armado estamos. Pode revistar o carro aqui. Meu amigo está morto aqui dentro. Ô meu Deus! Ele atirou na gente para matar".

ed posteMotorista de caminhonete foi morto depois de briga no trânsito (Foto: Marcos Ribeiro/ TV Morena)

Poste
A confusão aconteceu na avenida Ernesto Geisel, em frente ao Horto Florestal, no começo da manhã deste sábado (31). A caminhonete onde estavam as vítimas bateu em um poste após ser atingida por tiros. Um policial rodoviário federal é suspeito do crime, segundo o delegado da Polícia Civil Enilton Zalla Pires.
"Podemos adiantar, por enquanto, que foi um conflito de trânsito e que uma das pessoas é um policial que foi abordar pessoas que estavam em outro carro. Houve disparos, no total de 7, e uma pessoa morreu", afirmou. Ele vai ouvir testemunhas e as vítimas.
O suspeito estava sozinho no carro e três pessoas ocupavam a caminhonete, que bateu no poste. A estrutura de concreto caiu sobre o carro depois da colisão.
Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão no local. A pista foi isolada para os trabalhos da perícia da Polícia Civil.

 

Fonte: G1

Um acidente envolvendo um caminhão bitrem, um ônibus e três carros deixou ao menos nove pessoas feridas na manhã deste sábado (31) na ERS-122, em Farroupilha, na Serra do Rio Grande do Sul. A colisão ocorreu por volta das 10h, no km 61 da rodovia, próximo ao entroncamento com a ERS-453.

acidenteAcidente entre cinco veículos deixa nove feridos na ERS-122, em Farroupilha (Foto: CRBM/Divulgação)
Segundo o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), o caminhão estava carregado com bobinas de aço e fazia um retorno quando tombou. A carga se desprendeu do veículo e atingiu o ônibus e os outros três veículos de passeio.
Dos nove feridos, dois estavam no caminhão, seis eram passageiros do ônibus e um estava em um dos carros. Todos foram encaminhados ao Hospital São Carlos, em Farroupilha. Conforme a polícia, apenas o passageiro do caminhão inspira mais cuidados.
O semáforo também foi danificado. A rodovia está bloqueada no sentido Caxias-Farroupilha e o trânsito é desviado pela rua lateral. Não há previsão para liberação porque é preciso mobilizar guinchos para retirar a carga e o caminhão do local.

 

Fonte: G1

Na noite de 28 de janeiro um homem foi assassinado quando chegava em casa após um dia de trabalho. O comerciante Manoel José Oliveira, foi baleado após reagir a um assalto.

ccccc5e2a4f504e65defe9ae3562a3f1365a8Imagem:Divulgação

De acordo com informações da polícia, dois criminosos chegaram em uma moto, um ficou no veículo e o outro desceu para roubar o dinheiro do comerciante. Após o assalto ambos fugiram com uma quantidade em dinheiro, e a vítima os perseguiu. Tudo indica, de acordo com a Polícia, que Manoel José reagiu ao assalto e foi atingido com um tiro.

a4f4bca114d2b1a5253a594c67d85395Veículo em que a vítima andava. (Imagem:Arquivo/jc24horas)

A vítima chegou a ser socorrida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu ao ferimento e veio a óbito ao dar entrada no Hospital Regional Tibério Nunes.

 

Da redação

Na manhã de 07 de janeiro, o presidiário  Hudson Pereira Guimarães, natural de Colinas - Tocantins foi espancado por colegas de cela na Vereda Grande.  Ele foi preso por ser o principal suspeito e confessar ter assassinado o mototaxista Gecimar Vieira dos Santos durante uma viagem fretada em setembro de 2015. O corpo da vítima foi encontrado com perfuração de faca na zona rural de Floriano.

Screenshot 2016 12 31 06 56 47Hudson Pereira Guimarães. (Imagem:Arquivo/jc24horas)

 

 

Da redação

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba