Uma equipe da Polícia Militar conseguiu prender na manhã de hoje, três elementos que foram flagrados quando estavam no bairro Bosque Santa Teresinha em uma casa que segundo denúncias de populares funciona como boca de fumo. No local a polícia encontrou uma pedra de crack, material usado para praticar arrombamentos de casas e destravar motos, além de uma moto sem placa e sem documentos. "Nos trouxemos todos aqui para o distrito e a moto vai para o Detran". Disse o Sargento Ricardo ao portal jc24horas. Dos três elementos conduzidos, dois tem passagem pela polícia. A polícia não revelou os nomes dos elementos conduzidos para a Central de Flagrante.

IMG 20161108 WA0043Material apreendido pela polícia. (Imagem:Divulgação)

 

Da redação

A Polícia Federal (PF) indiciou o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque, o ex-gerente Pedro Barusco e mais três investigados em um inquérito da Lava Jato envolvendo a empresa Carioca Engenharia por crimes como corrupção, associação criminosa e lavagem de dinheiro.
O indiciamento foi assinado pela delegada da Polícia Federal Renata da Silva Rodrigues. O documento foi protocolado no sistema eletrônico da Justiça Federal, no Paraná, no dia 4 de novembro.

condenadosJoão Vaccari, Rebato Duque e mais quatro foram indiciados pela PF (Foto: Rede Globo; Marcelo Camargo/Agência Brasi)
O inquérito investiga pagamentos de propina feitos pela Carioca Engenharia em obras como o Terminal Aquaviário Barra do Riacho (TABR) e GNL da Bahia.
"Quanto à participação da CARIOCA na organização criminosa que frustrou o caráter competitivo de diversas licitações no âmbito da PETROBRAS, entendo que os achados já consignados em Relatórios de Análise como os de número 107 e 135 (planilhas encontradas na sede da ENGEVIX), aliados às conclusões do CADÊ e à confissão dos colaboradores RICARDO PERNAMBUCO e RICARDO PERNAMBUCO JÚNIOR, não deixam margem de dúvidas de que a CARIOCA, por meio de seus executivos, de fato integrou o cartel que, por longo período de tempo, frustrou o caráter competitivo de licitações da PETROBRAS", disse a delegada.
Veja quem foram os indiciados e os respectivos crimes:
- João Vaccari Neto, ex-tesoureiro o PT: corrupção passiva e associação criminosa
- Renato Duque, ex-diretor da Petrobras corrupção passiva e associação criminosa
- Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa
- Mário Góes, lobista lavagem de dinheiro e associação criminosa
- Ricardo Pernambuco, executivo da Carioca Engenharia: corrupção ativa, associação criminosa e crime contra a ordem tributária
- Ricardo Pernambuco Júnior, executivo da Carioca Engenharia: corrupção ativa, associação criminosa e crime contra a ordem tributária
A delegada Renata também disse que Ricardo Pernambuco Júnior e Ricardo Permambuco também confirmaram em depoimentos de delação premiada a ocorrência de pagamentos de vantagens indevidas, João Vaccari, Renato Duque e Pedro Barusco.
Renato Duque já foi condenado em outras ações penais da Lava Jato por crimes como crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
Vaccari também já foi condenado em outros processos por crimes como corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
O que dizem as defesas
O advogado Renato Duque, Roberto Roberto Brzezinski, disse que ainda não teve acesso aos autos e que só vai se manifestar depois disso.
A defesa de Pedro Barusco, representada pelo advogado Tracy Reinaldet, disse que vê o indiciamento com naturalidade. "Nessa investigação ele também irá colaborar de maneira ampla e irrestrita com a Justiça e com as autoridades", declarou Reinaldet.
A Carioca Engenharia disse que não vai comentar o assunto.
O advogado Adriano Bretas, que defende Mário Góes, disse que como ele é colaborador, os advogados só vão se manifestar nos autos.
O G1 tenta contato com a defesa de Vaccari Neto.

 

Fonte:G1

Após tomar conhecimento do crime de homicídio que vitimou o andarilho identificado como Pedro Ferreira da Silva fato ocorrido na madrugada de hojePM registra um assassinato por espancamento em Floriano uma equipe da Polícia Civil composta pelo Ricardo e Marcão começou a diligenciar no sentido de localizar e prender o autor ou autores do delito. Nas primeiras horas da manhã o caso foi desvendado, duas pessoas foram presas mas ao ser procurado pela nossa reportagem, o Delegado Walter Cunha disse que só vai se pronunciar a tarde, após a conclusão dos primeiros trabalhos em torno do caso. Dois homens encontram-se detidos na Central de Flagrantes e no horário da tarde teremos novidades sobre esse crime registrado na praça do bairro Bom Lugar em Floriano.

IMG 20161108 WA0039Delegacia de Polícia de Floriano. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

Da redação

O plantão da Polícia Militar registrou um crime de homicído na noite de ontem tendo como vítima o andarilho identificado como Pedro Ferreira da Silva, natural da cidade de Regeneração que foi brutalmente espancado com uma barra de ferro quando se encontrava na praça do bairro Bom Lugar. A vítima deu entrada no Hospital Regional Tibério Nunes por volta de 01h 30min.

055c7f8b 629f 47ec b47f c21a862662843º Batalhão Policial Militar. (Imagem:Arquivo/jc24horas)

Populares informaram que o autor do crime andava em um fíat Uno que conduzia uma escada no teto e um adesivo na porta, semelhante aos veículos que prestam serviços para empresas de energia ou telefônica. O caso será investigado pela equipe de investigação da Polícia Civil de Floriano.

 

Da redação

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Blossom