O presidente do Sistema Fecomércio, advogado Valdeci Cavalcante, sofreu um acidente no começo da tarde deste domingo (6), na BR-343, em Campo Maior, a 80km ao Norte de Teresina. A picape em que ela estava capotou próximo à comunidade Alto do Meio. Além dele, outras duas pessoas estavam no carro, entre elas a esposa de Valdeci, Rosângela Cavalcante.

2ec8be598a7fdebd946fe00def5a21f3Carro do advogado Valdeci Cavalcante. (Imagem:Campo Maior em Foco)

Ambulâncias do Samu e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) ajudaram no resgate às vítimas, que foram atendidas no hospital regional do município.

O Cidadeverde.com conseguiu contato com famíliares, que informaram que Valdeci Cavalcante foi transferido para Teresina onde realiza exames mais detalhados no hospital da Unimed, no bairro Primavera. Ele e a esposa estão consciente e deram entrada na unidade de saúde por volta das 14h20.

Ainda não se tem informações sobre o estado da saúde do terceiro ocupante do carro, que seria o motorista de Valdeci.

O acidente aconteceu por volta das 12h30 na curva do Capote, próximo ao acesso para a cidade de Castelo do Piauí. Uma leve colisão lateral com um carro de passeio teria ocasionado o capotamento. A picape ia no sentido Teresina, já o outro veículo, um pálio, estava no sentido contrário.

 

Fonte:cidadeverde.com

Uma equipe da Força Tática de Floriano realizou uma operação em conjunto com policiais militares da cidade de Nazaré do Piauí que resultou na recuperação de motocicletas tomadas de assalto aqui em nossa cidade e na cidade de Rio Grande do Piauí e na prisão de quatro suspeitos que foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Floriano para serem autuados pelo Delegado plantonista Walter Júnior. Segundo informações do Sargento Alves Neto, comandante da operação policial, desde a semana passada que foi feito um levantamento de informações acerca de roubo de motos em Floriano e chegaram a conclusão da existência de três motos na cidade de Nazaré do Piauí. "A gente conseguiu tanto capturar os indivíduos como fazer a retenção das motos". Disse o militar em entrevista ao jc24horas. O sargento disse ainda que as motos foram encontradas no mato e os suspeitos levaram a polícia até o local onde os veículos estavam escondidos.

20161104 180221Equipe da Força Tática. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Na Central de Flagrantes eles foram ouvidos pelo Delegado Walter Júnior que em entrevista disse que foram autuados Daivison Gonçalves Silva e André Francisco de Sousa Soares, ambos de Nazaré do Piauí. "Eles relatam que adquiriram as motocicletas por intermédio de duas pessoas que vieram a cidade de Floriano. Duas motos foram roubadas em Floriano e a outra em Rio Grande do Piauí". Disse Walter. Os elementos vão responder perante a justiça por crime de receptação. "As investigações vão continuar para localizar a pessoa que realizou o crime maior que foi o roubo". Finalizou Walter Cunha Júnior.

20161104 175640Motos recuperadas pela Força Tática. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

Da redação

Um empresário do ramo de confecções foi assaltado na tarde desta sexta-feira (04) na frente da sua loja, Aviny Multimarcas, localizada na Avenida Gil Martins, no bairro Cidade Nova, na zona Sul de Teresina.

bfa91174f3b9fb1e2a75e0e184775a72Comércio assaltado pelos bandidos. (Imagem:Reprodução)

O lojista estava chegando no local quando foi abordado por quatro assaltantes e teve R$ 50 mil roubados.

As informações são da Força Tática do 1º Batalhão da Polícia Militar. O cabo Clóvis Plácido conta que os assaltantes estavam dentro um veículo Prisma, de cor Branca.

“Eles desceram do carro e apontaram arma de fogo para o empresário, que acabou entregando o dinheiro que tinha”, detalha o PM.

A polícia acredita que o assalto tenha sido uma “parada dada”, onde os assaltantes já tinham informações sobre a quantidade de dinheiro que o empresário estava transportando.

Após o assalto, os assaltantes fugiram em direção à zona Sudeste através da ponte Anselmo Dias. Policiais militares do 1º, 6º e 8º Batalhão estão em diligência tentando identificar os suspeitos.

 

Fonte:cidadeverde.com

A Polícia Civil do Paraná faz uma operação na manhã desta sexta-feira (4) contra integrantes do MST suspeitos de participar de uma organização criminosa investigada por furto e dano qualificado, roubo, invasão de propriedade, incêndio criminoso, cárcere privado, entre outros crimes.

operacao 1Polícia cumpre mandados em cidades do oeste do Paraná (Foto: Cícero Bitencourt/RPC )
A ação foi batizada de "Castra" e ocorre em em Quedas do Iguaçu, Francisco Beltrão e Laranjeiras do Sul, no Paraná; e também em São Paulo e no Mato Grosso do Sul.
Os alvos da operação são integrantes do Movimento Sem Terra (MST), entre eles o vereador Claudelei Torrente de Lima (PT), que foi o mais votado nas eleições deste ano em Quedas do Iguaçu. Ele foi preso por volta das 7h30.
Um dirigente nacional do MST também está entre os alvos da operação, segundo a polícia.
Ao todo, foram expedidos 14 mandados de prisão, 10 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento. Até as 8h40, oito pessoas tinham sido presas ao todo.
O advogado Claudemir Torrente Lima, que defende os investigados do MST, disse que ainda não teve acesso aos autos e que só vai se manifestar após conversar com os seus clientes. "Vou participar da audiência de custódia e depois vamos ver o que fazer, mas todas essas prisões são políticas", argumentou.
O G1 aguarda um posicionamento da assessoria de imprensa do MST.
Investigação
A investigação começou em março deste ano após uma invasão em uma fazenda que fica em Quedas do Iguaçu. Segundo a Polícia Civil, os investigados são suspeitos de manter os empregados do local em cárcere privado sob a mira de armas de fogo por várias horas. O dono da propriedade disse à polícia que após a invasão sumiram cerca de 1,3 mil cabeças de gado e que teve um prejuízo estimado em R$ 5 milhões no total de danos à propriedade.
Os alvos da operação, ainda de acordo com a polícia, também cobravam uma taxa de até R$ 35 mil ou sacas de grão para autorizar que os donos da fazenda fizessem a colheita da própria plantação.

 

Fonte: G1

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Blossom