Integrante do Fifth Harmony, Lauren Jauregui foi detida pela polícia americana, na noite da última terça-feira (13). A cantora estava no Aeroporto de Washington, nos Estados Unidos, quando foi flagrada tentando embarcar com maconha na viagem que faria para o Brasil.

f79af589b15c20e77bbd0a6ed60ab663Cantora internacional é presa a caminho do Brasil.(Imagem:Divulgação)

Segundo o “TMZ”, a jovem carregava um saquinho da droga em sua bagagem de mão, quando acabou levantando suspeitas de um dos funcionários da fiscalização, que acionou outros agentes.

O detalhe é que Lauren e o Fifth Harmony vinham ao País para realizar um show na sede da VEVO, em São Paulo, marcado para esta quarta-feira (14). Promovida por uma marca de refrigerante, ainda não há confirmação se a apresentação ocorrerá mesmo com a ausência da vocalista.

Advogada da cantora nega prisão
“Lauren Jauregui não foi presa e detida como noticiado, e sim simplesmente indiciada pela posse de maconha e solta. Ela vai lidar com o assunto apropriadamente por meio do sistema judiciário. Isso não vai interferir em futuras performances ou atividades já marcadas.”

Fonte: Terra

cabralSérgio Cabral está preso na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (Foto: Rprodução/ RPC Curitiba)

A Polícia Federal (PF) de Curitiba indiciou o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e outras duas pessoas. O inquérito foi concluído na terça-feira (13).

Segundo a PF, eles teriam sido beneficiados com pagamento de vantagens indevidas a partir do contrato da Petrobras com Consórcio Terraplenajegem Comperj, formado pelas empresas Andrade Gutierrez,Odebrecht e Queiroz Galvão.

 

Fonte:

No início da tarde de hoje uma equipe da Polícia Rodoviária Federal composta pelos PRFs Albérico Tejo e Carneiro atendeu uma ocorrência de acidente ocorrido no cruzamento da Rua Padre Uchôa e a Avenida Dirceu Arcoverde envolvendo um veículo S-10 conduzido pelo médico psiquiatra Milton Fainzilber e uma moto Pop 100 que resultou com o piloto e o passageiro da moto sendo conduzidos para o Hospital Regional Tibério Nunes com ferimentos leves. Segundo informações do PRF Carneiro, o médico conduzia o seu veículo pela Rua Padre Uchôa e ao entrar na Avenida Dirceu Arcoverde foi colhido na lateral pela motocicleta. "A moto ía na crescente, dentro da normalidade, na preferencial e o médico psiquiatra entrou no balão". Disse o PRF em entrevista ao jc24horas. Carneiro disse ainda que o médico acionou o samu e ficou no local até a chegada dos profissinais de saúde.

20161213 134118PRF Carneiro. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Nossa reportagem também conversou com o Soldado Miranda que conhece um dos ocupantes da moto. "Ele é pedreiro, trabalhou em minha residência, chegou recentemente em Floriano e reside no bairro Irapuá I próximo à base da Força Tática". Disse o policial militar. Devido ao acidente, o pedreiro de nome Lourival Lourenço de Macedo não consegue reconhecer o Soldado Miranda.

20161213 134536Viatura da PRF no Hospital Regional Tibério Nunes. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

Da redação

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente Lula, sua mulher Marisa Letícia, o ex-ministro Antonio Palocci e mais quatro pessoas na Lava Jato. O indiciamento se deu em dois inquéritos, um envolvendo a negociação para a compra do terreno que seria a sede do Instituto Lula e outro envolvendo um apartamento em frente ao que o ex-presidente mora em São Bernardo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

eda2d48cb86d9f588e51a9f64a736fceMarisa Letícia e Lula. (Imagem:Divulgação)

Para a PF, os dois casos envolvem pagamentos de propina da Odebrecht para o ex-presidente e, por isso, foram unificados. O petista já foi alvo de quatro denúncias da Procuradoria da República e responde a três ações penais, sendo duas no Distrito Federal e uma na Lava Jato em Curitiba.

Lula foi indiciado pelo crime de corrupção passiva, enquanto todas as demais pessoas citadas foram indiciadas por lavagem de dinheiro. As investigações são um desdobramento das apurações envolvendo a atuação de Palocci como um dos responsáveis por intermediar os interesses da Odebrecht no governo federal e distribuir propinas ao PT.

Confira a lista de indiciados:
Luiz Inácio Lula da Silva – ex-presidente da República
Marisa Letícia Lula da Silva – ex-primeira-dama
Antônio Palocci Filho – ex-ministro nos governos Lula e Dilma
Glaucos da Costa Marques – primo do pecuarista José Carlos Bumlai, já condenado na Lava Jato
Demerval de Souza Gusmão Filho – Dono da empresa DAG Construtora
Roberto Teixeira – Advogado do ex-presidente Lula
Branislav Kontic – Assessor do ex-ministro Palocci

Em relação ao apartamento em São Bernardo, o imóvel foi alvo de busca e apreensão na 24.ª fase da Lava Jato, intitulada Aletheia, após o síndico do prédio indicar aos policiais federais que o imóvel pertenceria ao ex-presidente.

O apartamento teria sido comprado por Glaucos da Costa Marques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, e alugado ao ex-presidente Lula, em um contrato celebrado no nome de Marisa Letícia. No entanto, de acordo com a investigação, nunca houve qualquer pagamento por parte do ex-presidente, que utiliza o imóvel, pelo menos, desde 2003.

 

 

Fonte: Veja

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia
  • Paraiba