• Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Construforte
  • chopp sabora
  • Paraiba
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Jorge
  • Dario PAX
  • chopp sabora
  • Jorge
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Paraiba
  • Posto Aliança
  • Construforte
  • Garoto

Dois jovens, que aparentemente têm menos de 25 anos, foram assassinados a tiros em um casebre na Vila da Paz, na zona Sul de Teresina. Segundo Joattan Gonçalves, coordenador do Grupo de Apoio Operacional (GAO), as vítimas foram alvejadas na cabeça em um crime de execução. Eles chegaram em uma motocicleta, padronizada como mototáxi, que ficou estacionada próximo à BR-343.

1151ea19ecd332391b49ffe397e1aaefFoto: Clebson Lustosa/ TV Cidade Verde

"As vítimas não moravam no local. Os suspeitos estavam de moto, desceram na rua, foram até à casa e executaram os dois jovens", resumiu o policial civil.

De acordo com o GAO, no local funcionava um ponto de venda de entorpecentes. O crime ocorreu na tarde desta terça-feira (21) e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: cidadeverde.com

O corpo do caminhoneiro Raylon Dias Quaresma, que faleceu vítima de um acidente no estado de Alagoas, foi liberado por volta das 11h de hoje do Instituto de Medicina Legal daquele estado, foi levado para ser preparado para o translado numa funerária em seguida seguiu com destino a Floriano. O acidente aconteceu no final da tarde de domingo mas a família começou a receber as primeiras informações durante a madrugada de segunda-feira.

WhatsApp Image 2021 12 20 at 06.31.59 1

A previsão de chegada em Floriano é para as primeiras horas da manhã dessa quarta-feira. Desde o momento em que a família foi informada da tragédia que um grande número de amigos tem  ido até a sua residência confortar os parentes e demais familiares.

Da redação

A preocupação com as condições de trabalho dos profissionais de saúde em nossa cidade, é porque além de nossa população, o HRTN recebe pacientes de diversos municípios no sistema conhecido como "portas abertas", ou seja, sem poder limitar a entrada dessas pessoas como acontece com os hospitais da capital.
Na noite de ontem(20), no momento em que a gente registrava a chegada de uma pessoa socorrida pelo Samu em nossa cidade, registramos a entrada de um senhor identificado como Abdail, que foi vítima de acidente com moto na cidade de Bom Jesus. A condução também foi feita pelo Samu daquela cidade.

WhatsApp Image 2021 12 21 at 08.47.05Paciente de Bom Jesus chegando no HRTN. (Imagem: Temístocles Filho/jc24horas)

Da redação

A Polícia Federal começou a investigar as ameaças recentes a servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os ataques se intensificaram depois que o órgão deu aval para a imunização de crianças a partir de 5 anos com a vacina da Pfizer.

dc159b306470e1df656ee262ac7b6743Foto: Arquivo / Cidadeverde.com

A própria agência denunciou a escalada de ameaças e pediu proteção policial para os técnicos e seus familiares. Ofícios foram disparados ao Ministério da Justiça, Gabinete de Segurança Institucional, Procuradoria-Geral da República e Polícia Federal

Mais cedo, o procurador-geral da República, Augusto Aras, também disse que adotou providências para atender o pedido. A informação conta em documento enviado ao presidente da agência, Antonio Barra Torres.

A Anvisa vem sendo atacada desde o início da pandemia por causa das medidas sugeridas para o enfrentamento da crise sanitária. Os ataques recentes vieram na esteira da reação do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao sinal verde para a vacinação de crianças. Ele disse que divulgaria os nomes dos responsáveis pela aprovação da imunização infantil contra a covid.

Após a declaração do presidente, a Anvisa disse 'repudiar com veemência' ameaças a funcionários do corpo técnico do órgão. Ao pedir a responsabilização pelas tentativas de intimidação, a agência disse que os diretores foram 'surpreendidos com publicações nas mídias sociais na 'internet' de ameaças, intimidações e ofensas'.

"Esses fatos aumentaram a preocupação e o receio dos diretores e servidores quanto à sua integridade física e de suas famílias e geraram evidente apreensão de que atos de violência possam ocorrer a qualquer momento", afirma o texto.

A PF já tem um inquérito em curso sobre ameaças de morte recebidas pelos funcionários da agência para que a vacinação contra a covid-19 em crianças não fosse autorizada.

Fonte: Estadão Conteúdo