A Polícia Militar prendeu nesta sexta-feira (29) Kaline Gleicianny Carvalho da Silva e José Lindomar Alves de Souza. O casal é acusado de tráfico de drogas. Com os dois foi encontrado uma quantia de cerca de mil reais, além de vários objetos que estariam relacionados a venda de entorpecentes.

policia prende casal acusado de trafico de drogas em teresina 368686Polícia prende casal acusado de tráfico de drogas em Teresina.(Imagem: Divulgação/PM)
A prisão da dupla ocorreu durante uma blitz de rotina na região do bairro Santa Maria da Codipi. A polícia apreendeu também uma pequena quantidade de cocaína, objetos e um caderno com anotações com nomes e valores. A polícia acredita que seja para o controle na venda de entorpecentes. Um veículo Polo, de placa ODU-4010, que estava registrado em nome de outra pessoa, também foi apreendido e a procedência vai ser investigado pela polícia.
De acordo com informações da polícia, depois de uma busca no veículo, os militares teriam encontrado vários relógios, celulares e um caderno, além uma pequena quantidade de cocaína. O casal foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

Policiais do 13º Batalhão da PM apreenderam na tarde desta sexta-feira (29) um menor de iniciais F. C. M. C. acusado de realizar um assalto a um ônibus da linha Santa Maria Shopping, da empresa Emvipi. Ele teria levado cerca de 360 reais, valor que foi posteriormente recuperado pela polícia.O adolescente foi capturado dentro do quintal de uma residência no bairro Jacinta Andrade, por volta das 13h40. Com ele foi encontrada uma pistola Bereta 6.35, que havia sido utilizada para a realização do assalto.

policia aprrende valor em dinheiro e uma pistola com menor 368684Polícia aprrende valor em dinheiro e uma pistola com menor. (Imagem:Divulgação/PM)

De acordo com informações do tenente Elivaldo, no assalto “o menor infrator levou somente o dinheiro que estava com o cobrador. Ele apontou a arma para o mesmo e exigiu que fosse entregue o dinheiro ou iria atirar no mesmo com uma pistola”.

 

Fonte:GP1

Uma menina indígena de três anos morreu após ser estuprada na aldeia Bororo, em Dourados, a 210 quilômetros de Campo Grande, nessa quinta-feira (28). Um casal de 28 anos foi preso pelo crime. O homem e a mulher negam.

b57e4d74a92bdb70002dfcedc3f11a0cConselho tutelar. (Imagem:Divulgação)

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a suspeita de violência sexual foi levantada enquanto a menina era atendida no hospital da reserva indígena. Ela havia sido levada para a unidade de saúde, porque, segundo os tios, havia sofrido um acidente com bicicleta.

No hospital, conforme o registro policial, os médicos constataram que ela tinha fratura no maxilar e em uma das pernas, hematomas no rosto e vestígios de violência sexual. O Conselho Tutelar foi acionado e avisou a polícia.

"Quado eu viu que era uma criança que estava em acompanhamento, uma criança que estava em família substituta fiquei indignada pela situação que eu vi, pela violência que essa criança estava encontrada, pela tamanha violência com uma criança de três anos", disse a coordenadora do Conselho Tutelar da aldeia Bororó, Isabel Machado

A criança foi transferida para o Hospital da Vida devido à gravidade dos ferimentos, mas, não resistiu e morreu à noite. Os suspeitos foram presos também na mesma noite, em casa, na aldeia Bororo.
Os suspeitos são tios da criança. Ele é irmão da mãe da menina e ela, esposa dele. O casal tem a guarda da pequena desde 2 de dezembro de 2015, segundo boletim de ocorrência, porque a mãe dela está presa.

"Ela estava com os tios porque passou por um processo de estudo psicossocial, de uma avação técnica do Cras indígena, de uma audiência realizada pelo juiz da infância e juventude onde houve uma audiência concentrada com a participação do Ministério Público, lideranças e Funai", afirmou o assessor jurídico da Vara da Infância e Juventude, Robson dos Santos.

À polícia, o casal faz declarações contraditórias, fala que a sobrinha caiu de bicicleta, que se feriu com chaleira quente e que tentava educar a criança. O caso foi registrado como estupro de vulnerável.

"Ela tinha queimaduras muito graves tanto nas nádegas quanto na vagina e outros sinais que demonstram que outros tipos de objetos podem ter sido utilizados para agredi-la. Ela tinha sinais de abuso sexual tanto vaginal quanto anal. Tinha lesões nas costas e na boquinha que dificultava que ela falava para pedir água", explicou a delegada da Mulher, Paula Ribeiro dos Santos.

 

Fonte: G1.

Na noite desta sexta-feira (29), aconteceu, na Quadra do Centro de Ensino Profissional (CEP), a formatura de 240 policiais que vão integrar a segurança pública do estado. A solenidade contou com a presença do governador Wellington Dias, do secretário de segurança Fábio Abreu e do comandante geral da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto.

policial canta o hino brasileiro 368713Policial canta o Hino Nacional.(Imagem: Jociara Luz/GP1)
O evento desta noite finaliza as solenidades de formatura do novo efetivo do Piauí. Nesta quinta-feira, 85 soldados foram formados na sede do 4º Batalhão de Polícia, localizado no município de Picos.

Os 325 policiais, agora formados, devem ser distribuídos entre as cidades-polo e os municípios que fazem fronteiras com outros estados. Com isso, soldados que atualmente trabalham no interior serão deslocados para a capital para compor as forças da zona norte.
Wellington Dias explicou como o seu governo pretende dar garantias para a melhoria da segurança pública. “Contratação de mais policiais, as condições de segurança para o trabalho, as condições de equipamentos, estamos trabalhando fortemente com a tecnologia. Enfim, o ponto principal é essa integração, a integração tanto da área civil como a militar, a área do Ministério Público, do Judiciário. Eu acredito que começamos a colher resultado e temos ainda uma longa caminhada a fazer, mas se Deus quiser, eu estou animado, vamos vencer sim, cada vez mais a criminalidade”, disse.
Para o secretário de segurança Fábio Abreu, o reforço policial representa um passo importantíssimo para a segurança pública, em especial no que se refere ao policiamento ostensivo. "Para nós é importantíssimo o [reforço policial], com relação a segurança pública, principalmente, no que se refere a ostensividade. Foram policiais treinados durante esse período. Antecipamos esse treinamento, em função dessa necessidade. O governador, sensível a necessidade da Secretaria [de Segurança], autorizou que a gente conseguisse formar esses policias, antes do tempo que estava previsto, mas todos tiveram a carga horária necessária para a sua formação”, destacou.

Fábio Abreu afirmou que os soldados vão reforçar as unidades o interior, onde atualmente existe uma deficiência. “Agora nós teremos 325 policias militares a mais na nossa corporação, que vão estar desenvolvendo trabalho de policiamento ostensivo na parte principalmente do interior do estado e que vão reforçar algumas unidades, em que há uma deficiência muito grande de efetivo. Contamos com a participação desses profissionais a partir da sua nomeação que vai ser imediata, e que nós teremos essa capacidade para remanejar os policiais para a Capital, nós não podemos deixar de atender as necessidades da Capital, uma vez que aqui há uma quantidade maior de ocorrências e o objetivo é atendermos principalmente a região norte, que não foi contemplada com o efetivo da vez que formamos 400 policiais”, disse.
O comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto, chamou atenção para a quantidade de policiais já formados no governo Wellington Dias. “Nós estamos formando novos policiais, como fizemos ontem em Picos. Formando 85 novos policiais, totalizando entre Picos e Teresina, 325 novos policiais. São 724 policiais formados no governo Wellington Dias desde que assumimos o comando há um ano e meio. Esse é um planejamento que precisamos ter. O estado tem que se planejar para recompor os quadros da Polícia Militar. Nós não temos como fazer a segurança sem os policiais militares”, afirmou.
O coronel também explicou como vai funcionar o deslocamento dos militares que atuam no interior do estado. “Temos esta preocupação com o estado de posicionar os policiais militares, a força pública na entrada do nosso estado. Nós vamos deslocar 80 policiais do interior, os mais antigos, para a vila Irmã Dulce. Temos uma preocupação com aquela região. Para os próximos dias, vamos determinar 10 viaturas e 80 policiais para aquela área. Vamos deslocar 100 policiais para o meio do norte do estado, Luzilândia, Piracuruca, Pedro II, e complementar o efetivo daquelas cidades como Castelo, por exemplo, que é uma preocupação nossa também. O fato é que hoje é um dia muito importante para nós, para a sociedade piauiense. Como disse são mais de 700 policiais formados na nossa gestão”, disse.
Carlos Augusto ainda agradeceu Wellington Dias pela preocupação com a área. “Agradecemos aqui de público ao governador Wellington Dias que tem autorizado a formação continuada da Polícia Militar desde que iniciou seu mandato”, declarou.

O novo efetivo deve integrar os postos e iniciar o trabalho a partir do dia 8 de agosto. Os soldados formados hoje devem se apresentar na próxima quarta-feira (03), e no dia seguinte devem ser destinados para o interior do estado, onde irão atuar.

 

Fonte:GP1

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Blossom
  • Espeto e Cia
  • Paraiba