• Construforte
  • Floriano Veiculos
  • chopp sabora
  • Garoto
  • Jorge
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Oticas Floriano
  • Ind Discovery
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Construforte
  • chopp sabora
  • Oticas Floriano
  • Ind Discovery
  • Jorge
  • Paraiba
  • Floriano Veiculos

Cameron Douglas, filho de Michael Douglas, foi solto da prisão após sete anos preso. O ator de 37 anos foi condenado a 5 anos de prisão por posse de heroína e por vender metanfetamina em 2010.

1d5db47fbb0adcda79f451caf2ffe95cCameron Douglas, filho de Michael Douglas, é solto após 7 anos preso.(Imagem:Divulgação)

Depois de confessar ter contrabandeado drogas para dentro do presídio, Cameron teve sua sentença aumentada e teve que passar outros dois anos preso em um regime mais rigoroso. Ele deveria ser liberado em 2018, mas agora passou a viver em regime semiaberto em uma casa em Nova York.

Cameron é filho de Michael Douglas, de 71 anos, e de sua ex-mulher Diandra Douglas. Os dois se divorciaram em 2000.

Fonte: G1 SP

A BR-343 foi a rodovia federal que registrou a maior quantidade de óbitos durante o período de férias, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ao todo, na rodovia, foram cinco mortes de um total de dez em todo o estado. Ainda assim, as estradas do Piauí apresentaram redução de 43,6% no total de acidentes e 47,36% nas mortes durante o mês de julho. Enquanto em 2015 foram 19 mortes, este ano foram registrados dez óbitos.

A PRF informou que as cidades com maior quantidade de acidentes nas rodovias federais, registrados durante o mês, foram Teresina (35), Picos (12), Floriano (9), Parnaíba (7), Bom Jesus (7), Piripiri (3) e Campo Maior (2). A maioria das colisões entre veículos foram transversais e laterais.

A falta de atenção foi líder na causa de acidentes, sendo responsável por 40 das 141 ocorrências. Destas, 52 foram consideradas graves. Houve ainda nove acidentes causados por animais nas pistas e sete por desobediência à sinalização.

1b51dcc6c5dbc38af2091810efeb6819BR-343 registra 50% das mortes durante o período de férias no Piauí.(Imagem:Divulgação)

Segundo o inspetor da PRF Fabrício Loiola, a redução foi consequência de um conjunto de fatores.

"Não podemos dar uma causa certa, é um conjunto de fatores, como fiscalização e formação de uma nova consciência. Estivemos fiscalizando, posicionando viaturas de forma estratégica e isso foi importante, inclusive a parceria com a imprensa, de estarmos sempre debatendo o assunto. Ficamos felizes e esperamos continuar no trabalho de garantia da vida da população", declarou.

Mortes

Teresina e Parnaíba registraram, cada uma, dois óbitos em decorrência de acidentes de trânsito. Em Teresina, no dia 08 de julho, uma pessoa morreu no KM 10 da BR-316. No dia 10, uma morte foi registrada no KM 01 da mesma rodovia. Veja abaixo demais registros:

03/07/2016 18:50h - na BR-316/PI, km 313,8, Picos/PI acidente tipo colisão traseira.

08/07/2016 17:45h - na BR-316/PI, km 10,0, Teresina/PI, acidente tipo colisão com bicicleta.

09/07/2016 19:00h - na BR-343/PI, km 469,6, São Pedro do Piauí, acidente tipo colisão transversal.

10/07/2016 04:30h - na BR-316/PI, km 1,0, Teresina/PI acidente tipo queda de motocicleta.

12/07/2016 19:00h - na BR-343/PI, km 491,6, Jardim do Mulato/PI, acidente tipo colisão frontal.

16/07/2016 19:00h - na BR-343/PI, km 260,4, Piripiri/PI, acidente tipo queda de motocicleta.

16/07/2016 19:15h - na BR-402/PI, km 83,0, Parnaíba/PI, acidente tipo colisão frontal.

26/07/2016 22:00h - na BR-343/PI, km 483,5, Angical/PI, acidente tipo tombamento.

27/07/2016 03:00h - na BR-135/PI, km 361,5, Bom Jesus/PI, acidente tipo capotamento.

29/07/2016 01:00h - na BR-343/PI, km 12,1, Parnaíba/PI acidente tipo colisão transversal.

 

Fonte:cidadeverde.com

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em depoimento prestado à Procuradoria-Geral da República (PGR), que teve conversas sobre os desdobramentos da Operação Lava Jato com o ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS).

 

Na última sexta-feira, o petista virou réu sob a acusação de ter tentado comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, com a ajuda de Delcídio. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, Lula afirmou que falou sobre a Lava Jato com Delcídio porque ele estava “preocupado com as pessoas que estavam presas por ser amigo delas”, como o ex-diretor Nestor Cerveró.
Lula também se defendeu da acusação feita por Delcídio do Amaral em sua delação premiada, no qual afirmou que discutiu com Lula a tentativa de oferecer dinheiro a Cerveró, para que ele permanecesse em silêncio e não se tornasse delator.

O ex-presidente da república disse que “discutiu aspectos da Lava Jato com Delcídio porque este tinha preocupação com as pessoas que estavam presas, até por ter sido da Petrobras e do setor energético e elétrico” e por “possivelmente ter trabalhado [na estatal] durante o governo Fernando Henrique Cardoso”. Lula afirmou ainda que não tinha relação pessoal com Cerveró e “acha que nunca teve uma conversa a sós” com o ex-diretor da Petrobras, “por nem um minuto”.

 

Fonte:GP1ex presidente lula 369131Ex-presidente Lula.(Imagem: AFP)

Uma mulher de 23 anos foi presa, na noite desta segunda-feira (1), na Rodoviária Novo Rio, na Zona Portuária, por policiais militares do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) quando transportava uma criança numa mala. Natasha Vitorino Souto alegou aos PMs que levaria o menino, de 11 anos, para Curitiba, onde mora, para dar uma vida melhor a ele, que vive nas ruas. Ela foi autuada em flagrante por subtração de incapaz na 5ª DP (Lapa) e a criança seguiu para o Conselho Tutelar.

a10b1965ca91a098c70f7348650f202bMulher é flagrada transportando criança em mala.(Imagem:Divulgação)

- Foi uma ocorrência inusitada. Estamos com o policiamento reforçado na rodoviária por causa da Olimpíada e uma equipe acabou se deparando com o esse caso. Acredito que os PMs salvaram a vida dessa criança. Imagina se ela fosse colocada no bagageiro de um ônibus - disse o coronel Mauro Fliess, comandante do BPtur.

Segundo ele, os PMs foram chamados por pessoas que viram Natasha na praça de alimentação da rodoviária: a mão do menino podia ser vista por uma fresta na mala. Algumas testemunhas acreditaram até que fosse um cadáver. Os policiais se aproximaram da mulher, que se refugiou no banheiro. Os agentes conseguiram fazer uma abordagem quando Natasha deixava o local.

- Ela demonstrou um grande nervosismo ao ser questionada. Um dos policias viu a mão da criança, viu que estava viva e encaminhou a mulher e a mala para uma área reservada. Lá, retiraram o menino da bagagem - contou o coronel Mauro Fliess.

Natasha disse aos policiais que conhecera a criança pedindo dinheiro num sinal em Botafogo, na Zona Sul do Rio, na última sexta-feira. Ela disse ter ficado com pena do garoto e decidiu levá-lo para morar com ela em Curitiba, para que tivesse melhores oportunidades na vida.

- A mulher sequer pensou no perigo que esse transporte representava - completou o coronel.

Fonte: Extra

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia