• Garoto
  • Oticas Floriano
  • Ind Discovery
  • Construforte
  • Posto Aliança
  • Paraiba
  • Dario PAX
  • chopp sabora
  • Floriano Veiculos
  • Jorge
  • Construforte
  • Jorge
  • Floriano Veiculos
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Ind Discovery
  • Oticas Floriano
  • chopp sabora
  • Garoto
  • Paraiba

A suspeita de explosivo em uma agência do Santander, no Centro de Piracicaba (SP), interdita parte da Rua Morais Barros na manhã desta segunda-feira (18). A Polícia Militar isolou a área depois que uma funcionária encontrou um pacote verde na porta do banco quando chegou para trabalhar.

img 20160718 wa0011 wnUPhNSSuspeita de explosivo em banco interditou a Rua Morais Barros em Piracicaba (Foto: Edijan Del Santo/EPTV)
A equipe antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar (Gate) é aguardada para identificar se o pacote é uma bomba.


A Rua Morais Barros está interditada por agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semuttran) do trecho da agência, localizada em frente à Catedral de Santo Antonio. O local é bastante movimentado e fica próximo à agência do Poupatempo.


A suspeita de uma bomba no local aglomerou curiosos perto da unidade do banco, que fica na esquina da Rua Boa Morte com a Morais Barros.

 

Fonte: G1

Cinco ônibus foram atacados entre 20h deste domingo (17) até a madrugada desta segunda-feira (18), na Região Metropolitana de Fortaleza. Os ataques aconteceram nos bairros Praia do Futuro, Barra do Ceará e Ancuri, em Fortaleza, também no município de Pacajus. A polícia afirma que está investigando as motivações dos crimes. Ninguém foi preso. Já é a 5ª noite de ataques em Fortaleza.

onibus1 Ônibus atacado na Avenida Dioguinho aconteceu por volta de 8 da noite deste domingo (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)

O primeiro ataque foi por volta de 20h, na Avenida Dioguinho, na Praia do Futuro. A polícia informou que homens armados pediram para os passageiros descerem do ônibus e colocaram fogo. Os bombeiros foram chamados ao local.

 

Um caso parecido aconteceu na Avenida Francisco Sá, por volta de 22h, em um ônibus da linha Parangaba/Cuca Barra. O motorista tentou impedir a ação dos bandidos com extintores e o ônibus ficou parcialmente danificado. A polícia informou ainda que este ataque pode ter sido comandado de dentro dos presídios.

 

Ações na madrugada
Na madrugada, a história se repetiu. Um ônibus foi incendiado no Bairro Ancuri, na Grande Messejana, da mesma forma.

 

Já em Pacajus, na região metropolitana, o Comando de Policiamento da Capital informou que dois ônibus foram atacados.

 

A polícia disse que um homem deu entrada no Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, durante a madrugada, com queimaduras pelo corpo. Esse homem, segundo a polícia, é suspeito de envolvimento no ataque do Bairro Ancuri.

 

Fonte: G1

Em pouco mais de uma semana, os Estados Unidos presenciaram mais um tiroteio que teve policiais como alvo. Depois de cinco policiais terem sido mortos por franco-atiradores em Dallas no dia 8 de julho, neste domingo três oficiais morreram após tiroteio em Baton Rouge, capital da Louisiana.

17jul2016 policiais bloqueiam via apos tiroteio em baton rouge no estado norte americano de louisiana pelo menos tres policiais foram mortos17jul2016 1468771780280 615x300Joe Penney/Reuters

Os tiros aconteceram de manhã e um dos suspeitos de ter atirado nos policiais também foi morto. Outros três oficiais ficaram feridos.

 

O presidente Barack Obama condenou o que chamou de "ataque covarde" contra policiais em serviço.


Os moradores da região foram alertados para ficar dentro de casa após o incidente.

A mesma cidade havia sido palco do caso polêmico em que Alton Sterling, um homem negro que vendia CDs em frente a uma loja de conveniência, foi morto por policiais que alegaram que ele estava armado.

Veja o que se sabe até agora sobre o tiroteio em Baton Rouge.

O que aconteceu?
Ainda não há detalhes sobre o que exatamente aconteceu no momento da troca de tiros, mas policiais locais relatam que três agentes foram mortos a tiros e outros três ficaram feridos depois de um tiroteio que aconteceu perto da sede da polícia na cidade de Baton Rouge.

A porta-voz da polícia falou ao canal de TV WAFB TV que o incidente aconteceu perto de 9h da manhã, horário local.

Algumas imagens feitas por celulares mostram carros de polícia chegando na intersecção de duas ruas. Depois disso, foi possível ouvir vários tiros.

O morador da região James Ikerd disse que acordou com o barulho da troca de tiros. "Nós vimos carros de policiais correndo para lá".

"Eles estão dizendo a todo mundo para ficar longe daquela área, eles bloquearam completamente a entrada do bairro onde eu moro", contou.

Quem foram os autores dos tiros nos policiais?
Ainda não se sabe quem atirou, mas segundo a polícia local, um dos suspeitos foi morto na troca de tiros.

Algumas testemunhas disseram que viram um homem atirando indiscriminadamente.

Outra alegou ter visto um dos autores dos tiros usando uma máscara preta e roupas com estilo militar.

Qual é o contexto do tiroteio?
O incidente acontece em meio a uma série de tensões no país entre a comunidade negra e a polícia.

Na mesma cidade, Alto Sterling foi morto pela polícia em um episódio que gerou polêmica e protestos - os policiais alegavam que ele estava armado, mas o homem teria levado vários tiros mesmo imobilizado pelos oficiais.

Depois de Sterling, outro caso gerou polêmica - a morte de Philando Castile em Minnesota com quatro tiros no braço ganhou notoriedade porque sua namorada fez uma transmissão ao vivo no Facebook para mostrar o homem baleado por um policial após o casal ter sido parado pelos agentes por causa de um farol queimado no carro.

Desde então, protestos organizados pelo movimento Black Lives Matter aconteceram em diversos Estados do país.

Além disso, na mesma semana, cinco policiais foram mortos em Gallas por franco-atiradores - um deles, que foi morto após o tiroteio, chegou a dizer, segundo os policiais, que "queria matar agentes brancos".

Repercussão
O presidente Barack Obama não deu entrevista coletiva sobre o incidente deste domingo, mas divulgou uma nota condenando o que chamou de "ataque covarde contra policiais".

"Eu condeno, no sentido mais forte da palavra, o ataque contra a aplicação da lei em Baton Rouge. Pela segunda vez em 2 semanas, policiais que colocam sua vida em risco por nós todos os dias estavam trabalhando quando foram mortos em um ataque covarde", afirmou o presidente.

"Não sabemos ainda o motivo desse ataque, mas quero deixar algo claro aqui: nao existe justificativa para violência desse tipo. Nenhuma. Esses ataques são de covardes que não representam ninguém."

O candidato republicano à Presidência, Donald Trump, também se manifestou sobre o caso por meio de seu Twitter.

"Estamos tentando combater o Estado Islâmico e nosso próprio povo está matando nossa polícia. Nosso país está dividido e fora de controle. O mundo está vendo isso."

 

Fonte: Uol

A batata das autoridades locais e nacionais está assando no calor do Rio de Janeiro. Não bastassem os soldados da Força Nacional reclamarem das condições de alojamento, os delegados federais aprovaram indicativo de greve para os Jogos, e devem ganhar apoio dos policiais.

pfFoto extraída do sidneyrezende.com

Haverá paralisação durante um dia com manifestações nas ruas da capital.

 

A partir de 1º de agosto, a quatro dias da abertura da Olimpíada, os delegados querem entregar chefias e declarar greve por tempo indeterminado.

 

Cobram concurso para 500 delegados e plano de carreira. O Planalto agiu rápido e anunciou mais 10 delegados para o grupo de Curitiba na quinta-feira passada, uma das demandas da categoria.

 

Fonte: Uol

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia