policia civil tania rego arquivo agencia brasil 1Tânia Rego/Arquivo/Agência Brasil

O vice-prefeito de Arujá, região metropolitana de São Paulo, Márcio José de Oliveira (PRB), foi preso na manhã desta quinta (30) por suspeita de irregularidades na Secretária de Saúde do município.

Além dele, mais cinco pessoas foram presas por indícios de integrarem uma quadrilha que desviava dinheiro da secretaria.

A prisão do vice-prefeito foi realizada por policiais do 4º DP de Guarulhos e vale por 30 dias. No total, são 12 mandados de prisão temporária e mais 20 de busca e apreensão.

“Eles (suspeitos) desviavam dinheiro do hospital, faziam contratos superfaturados e uma parte do contrato voltava às mãos do criminoso”, explicou o delegado.

Segundo o portal UOL, há uma suspeita sobre a OS (Organização Social) contratada pela prefeitura para atuar na secretaria de saúde, de ligação com o tráfico de drogas.

Os mandados são cumpridos em Arujá, Guarulhos, Poá, Mogi das Cruzes, Suzano, na capital do estado e na cidade litorânea de Bertioga.

 

Fonte: Conexão Política

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Paraiba
  • Espeto e Cia