• Garoto
  • floriano shop
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Paraiba
  • Oticas Floriano
  • Dalva
  • Posto Aliança
  • Construforte
  • Farmaduty
  • floriano shop
  • Dalva
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Paraiba
  • Construforte
  • Posto Aliança

WhatsApp Image 2021 09 18 at 13.01.54Dona Vera Lúcia, sendo conduzida à Central de Flagrantes. Imagem: Reprodução

Foi conduzida à Central de Flagrantes de Floriano, uma mulher conhecida por Vera Lúcia. A mesma estava no Conjunto Aparecida Procópio e pesa sobre ela a acusação de ter vendido a casa de um casal de idosos em Mato Grosso, no valor de R$ 29.000,00, e ter gasto todo dinheiro.

O portal jc24horas esteve no local no momento da condução e conversamos com as assistentes sociais Teles e Regina e as mesmas disseram que dona Vera Lucia teria chegado em Floriano com o casal de idosos e se hospedado no Hotel Pousada. Ao tomarem conhecimento, as assistentes estiveram no hotel e tentaram convencer dona Vera a mudar para um local mais em conta ou até mesmo uma casa de acolhimento, mas ela alegou que precisaria de uma cadeira de rodas. Quando as assistentes conseguiram a cadeira de rodas, dona Vera disse que não precisava mais porque já tinha outros planos. Ela alugou uma casa pra o casal no citado conjunto, e comprou alguns móveis usados.

WhatsApp Image 2021 09 18 at 13.01.54 1Sr. Lourival, Bonjesuense. (Imagem: Reprodução)

Nós conversamos com o casal, Dona Audália e Sr. Lourival, que alegam que a dona Vera foi era vizinha deles no MT e trabalhava como cuidadora dos mesmos e recebia 600,00 pela função. Ela teria convencido o sr. Lourival, que é piauiense da cidade de Bom Jesus, a vender a casa e vir embora pra o Piauí para tratamento médico. Dona Audália disse que eles não eram bem tratados por dona Vera e até a comida era limitada. A idosa reivindica o dinheiro da venda da casa.

No momento em que a policia chegou, dona Vera já estava com as malas arrumadas e tudo indica que era pra ir embora de Floriano e, questionada por nossa reportagem sobre o dinheiro, começou a falar sobre os móveis que comprou, mas disse não se lembrar de tudo que foi gasto e alega que não tem mais dinheiro nenhum.

Da redação