• Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Oticas Floriano
  • Farmaduty

O deputado Heráclito Fortes oficializou nesta sexta-feira (8) o registro da sua candidatura a presidente da Câmara dos Deputados. O cargo está disponível graças à renúncia na quinta-feira (07) do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

e7f75619cd025d3e26eab37d595d8366Heráclito Fortes. (Imagem:Divulgação)

Heráclito Fortes já teve seu nome citado para disputar as eleições na Câmara. Logo depois da renúncia de Cunha, ele se reuniu com a liderança do seu partido e colocou o nome à disposição.

"Acredito que nesta eleição, a força partidária será menor que a força individual de cada candidato. Eu tenho participado, há mais de um ano, de encontros e conversas de um grupo que vem buscando saídas para a profunda crise do nosso país, que vem lutando para implementar mudanças, e elas vieram, com a abertura e o prosseguimento do processo de impeachment. O Brasil está seguindo no caminho certo, e a Câmara agora precisa seguir neste mesmo caminho”, afirmou.

A eleição acontecerá dentro de cinco sessões, ou seja, na próxima quinta-feira (14). Segundo as regras anunciadas, o novo presidente da Câmara será eleito em primeiro turno caso obtenha a maioria absoluta dos votos. Ou seja, se estiverem presentes 500 deputados, são necessários os votos de pelo menos 251 parlamentares. Se nenhum candidato alcançar esse número, haverá um segundo turno entre os dois mais votados. Neste caso, bastará maioria simples dos votos para eleger o novo presidente da Câmara. O deputado eleito assumirá o mandato que se encerra no dia 1º de fevereiro de 2017.

b135638beef42228c1f63ab35fe0fee5Oficialização de candidatura. (Imagem:Divulgação)

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Cabedo
  • Rastek
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia
  • Blossom
  • Paraiba