• Dario PAX
  • bb  Gas
  • floriano shop
  • Casa dos frios
  • Visual
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Construforte
  • Oticas Floriano
  • floriano shop
  • Oticas Floriano
  • bb  Gas
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Construforte
  • Farmaduty
  • Visual
  • Posto Aliança
  • Garoto

A polícia do Paraná divulgou neste domingo (16) fotos de José Tiago Correia Soroka, 33, suspeito de ter matado ao menos três homens gays, dois em Curitiba e um em Abelardo Luz, no estado de Santa Catarina, no prazo de um mês. Ele ainda teria tentado matar outro homem, na última terça-feira (11), na capital paranaense.

O delegado Thiago Nóbrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), afirmou que Soroka é considerado um assassino em série e tem perfil de psicopata. Já foram expedidos mandados de prisão do suspeito pelos crimes.

De acordo com as investigações, Soroka marcava encontros com os homens em aplicativos de relacionamento usando fotos e nomes falsos. Após ter acesso à casa da vítima, ele a rendia e a asfixiava. Os corpos foram encontrados cobertos com travesseiros ou cobertores e estavam com as mãos amarradas. Depois, ele ainda roubava itens dos homens.

"Provavelmente estamos em busca de um serial killer tendo em vista que ele age do mesmo modo há 30 dias, cometendo um assassinato por semana de homossexuais, que ocorrem após marcar encontro por aplicativo de relacionamento", afirmou a delegada Camila Ceconello.

A primeira vítima teria sido o professor universitário Robson Paim, 36. Ele foi encontrado morto por familiares dentro de casa em Abelardo Luz, no dia 17 de abril. O carro dele foi localizado na mesma noite em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba.

Em 27 de abril, o suspeito também teria matado o enfermeiro David Levisio, 28. Ele morava em Curitiba havia poucos meses. O corpo dele foi encontrado por amigos em seu apartamento, no bairro Lindoia, após três dias desaparecido. Segundo o delegado Victor Menezes, ele estava de bruços, com as mãos amarradas e um travesseiro no rosto.

Já Marcos Vinício Bozzana da Fonseca, 25, foi morto no dia 4 de maio. Ele era de Campo Grande (MS) e cursava medicina em Curitiba. Amigos também estranharam seu desaparecimento e chamaram a polícia. O corpo estava coberto com uma manta e apresentava sinais de decomposição. Marcos morava a cerca de dois quilômetros de David.

Além de outras provas coletadas, como imagens de câmeras de segurança, a polícia chegou ao suspeito a partir de uma quarta vítima que conseguiu resistir ao ataque do suspeito após também recebê-lo em casa, em Curitiba, na terça-feira. Ele teve alguns bens roubados.

dd648e9d88a4427b1a0306d26204ad9cFoto:Divulgação

Diante dos assassinatos em série, os investigadores pediram ajuda da população para encontrar o suspeito e alertaram para possíveis novos ataques.

"Receber a pessoa no próprio lar transmite uma sensação de segurança para a vítima, mas é justamente esse ponto que é explorado pelas pessoas que tem esse tipo de perfil. Então, se vai receber a pessoa, se não a conhece, marcou encontro por aplicativo, certifique-se de todas as maneiras para identificar a real identidade delas", alertou o delegado Claudio Marques.

A Aliança Nacional LGBTI+ também acompanha as investigações e ressaltou as características de crime de homofobia. Na segunda-feira passada (10), o grupo lançou um manual para evitar casos de violência LGBTIfóbica. Entre as 11 dicas, o grupo aconselha que se evitem encontros marcados por aplicativos que não exigem autenticação dos usuários.

Junto com as fotos, a polícia também divulgou vídeos de câmeras de segurança que mostram o suspeito entrando ou saindo dos prédios em que moravam as vítimas.

Denúncias anônimas podem ser feitas por meio dos telefones 181, 197 ou 0800 643 1121.

 

Fonte:Folhapress

A Polícia Civil vai pedir a interdição de estabelecimentos reincidentes no descumprimento de medidas sanitárias e na realização de festas clandestinas. A informação foi confirmada ao Cidadeverde.com pelo delegado Emir Maia, titular da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, que também confirmou que as ações de fiscalização vão ser reforçadas nos próximos dias para coibir aglomerações e poluição sonora.

bcaa549581400a54bfcb16375a79629eFoto: Roberta Aline

"Esse é o tipo de contravenção penal que a pessoa pratica quase que todos os dias, ou todos os finais de semana, e isso não tem limites. Vamos começar agora a pedir mandados de busca e interdição do local, ou para a Prefeitura, que tem poder de polícia para isso, ou para a justiça. Agora vamos partir para cautelares", explicou.

Ainda de acordo com o delegado Emir Maia, o pedido de busca e apreensão de paredões de som tem como objetivo facilitar o trabalho durante as fiscalizações, que não vem conseguindo efetuar o flagrante porque, em muitos casos, os donos de estabelecimentos ou organizadores de festas são avisados antes da chegada da Polícia Civil.

"O que acontece é que, quando chegamos ao local, eles desligam o som.Nós os autuamos através das gritarias, das algazarras e aglomeração. Por mais que a gente tome cuidado ao entrar na rua, sempre tem um olheiro da festa que desliga o som, aí não temos como apreender. Agora, vamos pedir a busca e apreensão de som, comunicando esse artifício que é utilizado para impedir o flagrante da Polícia", destacou.

Balanço

Somente no último final de semana, três festas clandestinas foram encerradas pela Polícia Civil em Teresina. As festas eram realizadas em residências nos bairros Santa Maria da Codipi e Vale Quem Tem. Uma aglomeração em um posto localizado no bairro São Cristovão também foi dispersada pela Polícia Civil durante a madrugada do domingo.

"Eles praticam uma contravenção penal de perturbação do sossego alheio, bem como o crime de não obedecer recomendação sanitária", explicou o delegado.

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente disponibiliza o telefone 3233-2025 para a realização de denúncias de perturbação do sossego e poluição sonora.

Fonte:cidadeverde.com

MC Kevin teria caído do quarto de um casal de amigos no hotel em que estava hospedado após fazer um show no Rio de Janeiro. O quarto dele e o do casal de amigos estão sendo periciados pela polícia. O funkeiro de 23 anos morreu após cair de uma das varandas do hotel no início da noite deste domingo (16).

ea21428f276b481e04441c7dd21cec85Reprodução Instragram @mckevin

Segundo informações do jornal O Globo, investigadores da Polícia Civil do Rio monitoram redes sociais em que algumas pessoas dizem que o cantor bebeu e queria pular na piscina do hotel, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

Kevin chegou a ser levado para o Hospital Miguel Couto, em estado grave, mas não resistiu. Amigos e familiares foram para o hospital assim que receberam informações sobre o acidente. O clima era de comoção.

A advogada Deolade Bezerra, com quem o artista havia casado em abril e que estava com ele no Rio, prestou depoimento na madrugada na 6ª Delegacia, na Barra. Amigos e funcionários de Kevin também foram ouvidos. O corpo dele está no IML (Instituto Médico Legal).

Valquiria Nascimento, a mãe do cantor, se despediu do filho com uma postagem nas redes sociais em que declarou ter perdido um pedaço dela mesma.

Segundo Valquíria, as últimas palavras do filho para ela foram "mãe, eu te amo". Ela retribuiu a declaração dizendo que também amava o filho até o último dia de sua vida. Deolane Bezerra afirmou que ele será para sempre o amor de sua vida. "Eu sempre vou te amar", disse.

Vários famosos lamentaram a morte e lembraram de momentos ao lado de Kevin. Entre eles está o jogador Neymar, que era um ídolo para MC Kevin. "Tínhamos combinado de nos conhecer agora nas minhas férias, mas infelizmente não poderemos. Tenho certeza que ainda te abraçarei e te agradecerei por confiar em mim, na pessoa que eu sou. Vá em paz, menino!", afirmou.

A morte de MC Kevin teve repercussão internacional e o ator e roteirista Marlon Wayans, do filme "As Branquelas", lamentou o ocorrido. " Uma alma tão doce e pura", escreveu no Instagram. "Com quem vou festejar agora quando for para o Brasil?".

Hit de 220 milhões de visualizações

Apesar de já estar envolvido com o mundo do funk desde o começo dos anos 2010, foi em 2018 que o primeiro grande sucesso do cantor MC Kevin, 23, estourou.

A canção "Pra Inveja É Tchau" foi lançada e hoje já conta com mais de 220 milhões de visualizações. A canção aborda sobre quem não se preocupa com a própria vida e quer cuidar da dos outros.

Outro hit do músico é "Cavalo de Troia", que no site de vídeos YouTube conta com 169 milhões de visualizações. A música segue o ritmo dançante e passa a mensagem de que sonhos não têm limites.

Já "Vergonha pra Mídia" tem 120 milhões de visualizações e tem a participação de outros MCs. A música flerta com o trap, um rap com som mais melódico que o artista se aproximava mais recentemente.

O artista já lançou músicas com artistas como MC Guimê e Igu. Um exemplo é "Paparazzi", há cerca de um ano, com 141 milhões de visitas no site.

Lançada há três anos, a música "O Menino Encantou a Quebrada" versa sobre os momentos de vida na favela. Kevin havia lançado em 2021 o álbum "Fênix". Há um mês, ele havia lançado "Minha Última Música", cuja letra fala em dar uma pausa na carreira e parar de cantar.

 

Folhapress

Uma criança de 10 anos foi atropelada 19h20 na BR 316, KM 309,0 na cidade de Picos. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu por volta das 19h20 deste sábado (15).

prf63Foto: PRF

A PRF informou que um homem conduzia uma motocicleta quando atropelou a acriança. O homem fugiu do local sem prestar socorro à vítima.

A criança foi socorrida e levada ao hospital com lesões graves. A polícia faz diligências no sentido de identificar o motociclista que teria causado o acidente.

Fonte:cidadeverde.com

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia