A operação policial realizada no Conjunto de Favelas da Maré nesta quinta-feira (11) para localizar e prender suspeitos envolvidos no ataque a militares da Força Nacional no dia anterior terminou com pelo menos um morto e dois feridos. A informação é do delegado Wellington Vieira, da 21ª DP (Bonsucesso).

Os três foram vítimas de balas perdidas durante ação de policiais do Bope e do Grupo Tático da Polícia Federal. Segundo o Jornal Nacional, o morador Igor Barbosa Gregório Augusto não resistiu aos ferimentos e morreu. Os outros dois feridos continuam internados. A Secretaria Municipal de Saúde informou que ele já chegou morto ao Hospital Municipal Evandro Freire.
Em nota, a Polícia Militar, responsável pela operação, não informou o registro de feridos na operação. Segundo balanço apresentado pela corporação, os policiais apreenderam armas, munição e drogas durante a ação, desencadeada por homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Os bandidos não foram encontrados.

 

Cerco à Maré
O policiamento foi reforçado na região da Maré desde a manhã. Os acessos à Vila do João e à Vila dos Pinheiros foram bloqueados por carros da Força Nacional. 


Imagens do Globocop mostraram agentes fortemente armados fazendo um cerco em um dos acessos. Atiradores de elite do Exército também estavam posicionados na Favela do Timbau, na mesma região. Forças Especiais da Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Exército estão no local. Há varreduras na comunidade feitas pela Polícia Federal e pelo Batalhão de Operações Especiais, segundo informações do Ministério da Justiça.

procurados2Chefes do tráfico na Maré são procurados pela polícia (Foto: Divulgação/Portal dos Procurados)

Na tarde de quarta-feira (10), um carro da Força Nacional entrou por engano na Vila do João, uma comunidade dominada por traficantes, e foi atacado por criminosos. Dois militares ficaram feridos e um saiu ileso.

policia vila joaoPoliciamento é reforçado na Vila do João, no Complexo da Maré, Zona Oeste do Rio de Janeiro (Foto: Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo)
O soldado Hélio Andrade foi atingido por um tiro de fuzil na testa e foi levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, onde foi operado por três neurocirurgiões.
A cirurgia durou quatro horas e meia. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o estado de saúde do militar permanecia muito grave na manhã desta quinta. Ele está internado no centro de tratamento intensivo do hospital.

 

Suspeitos
Na quarta, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou que dois suspeitos do ataque já tinham sido identificados, mas não revelou os nomes deles.
O Portal dos Procurados tem as fotos de três homens que são considerados os principais chefes do tráfico no Complexo da Maré. A recompensa por informações sobre eles é de R$ 2 mil.

 

 

Fonte: G1

A Comissão Especial da Unificação das Polícias Civis e Militares da Câmara dos Deputados promove, nesta sexta-feira (19), em Teresina, seminário para discutir a fusão das duas corporações e suas consequências.

3a560dbc78bedd0c7a55d0989b416db8Comissão da Câmara Federal vem ao Piauí discutir unificação das policias.(Imagem:Divulgação)

A Polícia Civil e a Polícia Militar são ligadas aos governos estaduais, mas com missões diferentes. A Constituição determina que a Civil deve atuar na repressão e na investigação de crimes. Já a Militar, na prevenção da criminalidade e na preservação da ordem pública. A unificação enfrenta resistência das duas corporações.

O debate no Piauí foi proposto pelo deputado Silas Freire (PR-PI). O parlamentar quer dar aos agentes de segurança que fazem parte das instituições, polícia militar e civil a oportunidade de sugerir e apresentar propostas para o projeto.

O seminário será realizado no plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí, a partir das 14 horas.

 

Fonte:cidadeverde.com

cam00730 2 300x250eApós o caso chocante que chocou todo estado, onde uma bebê de apenas um ano foi estuprada no município de Pedro II, mais um caso assusta os moradores.

Desta vez, o crime teria ocorrido na localidade Roça dos Pereira a cerca de 10 km da sede daquele município. Segundo o pai, identificado como Antonio Francisco de Sousa , sua filha tem apenas 10 anos de idade, foi assediada em uma estrada.

Segundo ele informou, a menina seguia em uma estrada e o suspeito a teria levado para um banheiro para praticar o estupro. A mãe da garota percebeu a movimentação e impediu que o caso fosse totalmente consumado.

Vale lembrar que, o estupro de vulnerável, caracteriza-se pela conjunção carnal ou a pratica outro ato libidinoso com menor de 14 anos. Atos libidinosos são caracterizados, por exemplo, como a manipulação erótica.

De acordo com o pai da vitima o idoso de Iniciais A.A.P, de 68 anos, ainda ameaçou a criança de morte se a mesma contasse para alguém. Assim que soube do ocorrido, o pai foi ate a sede de Pedro II para denuncia o caso, mas quando a policia chegou o acusado já havia fugido.

Segundo o pai, o que está precisando no pais é de leis mais duras para este tipo de crime, e lamentou o ocorrido. "Tanta mulher que tem no mundo e a pessoa fazer um negócio desse com uma criança. E olha os nossos deputados, senadores, tem que fazer leis mais duras para estes estupradores”, disse o homem.

O caso já esta nas mãos da delegada Camila, de Pedro II, que irá agora analisar os fatos para poder pedir a prisão do acusado que esta foragido ou prender o mesmo dentro do prazo de flagrante.

Fonte: Com informações da FM Imperial

 

A jovem Jane Soares, de 21 anos, morreu em um acidente grave ocorrido na manhã desta quinta-feira (11/06) na BR-316, trecho do município de Picos. Ela seguia em uma Biz, e acabou se desequilibrando, caindo na pista. Ela logo em seguida foi colhida por uma carreta, e morreu ainda no local devido os graves ferimentos.

Segundo o portal local Folha Atual, o condutor evadiu-se do local, sem prestar socorro.

acidentejovem 1 300x250e

Segundo o policial rodoviário Geovane, além da moto e da carreta, uma van também estaria envolvida no acidente: “Sabemos da moto da vítima, da carreta e de um Sprinter. O condutor da van está prestando informações do acidente e segundo ele, apenas ouviu um barulho como se fosse a queda da moto. Ainda não sabemos a dinâmica do acidente, isso só é possível sugerir após a perícia”, disse.

Sobre o condutor da carreta que se evadiu ele disse que essa prática é comum, principalmente quando há óbito: “A evasão já é uma prática comum, principalmente quando acontece óbito, os condutores ficam com medo de serem presos e se evadem do local. Nesses casos nós fazemos a segurança até que a perícia chegue e enviamos as informações possíveis aos demais postos da PRF para que fiquem alertas. Já informamos aos postos de Valença e Alegrete sobre uma carreta tipo bitrem, que pode ser o veículo com participação no óbito dessa vítima”, explicou.

 

Fonte:180 graus

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia
  • Paraiba
  • Blossom