• Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Casa dos frios
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Casa dos frios
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Garoto
  • Dario PAX

Um ônibus de transporte coletivo de passageiros foi apreendido por volta das 9h desta segunda-feira (9) com uma placa irregular. O caso foi parar na Polinter. O veículo, que fazia a linha Porto Alegre, foi parado e levado pelos policiais. Os passageiros tiveram a viagem interrompida.

ec76cb3cd929a141089a3967c45f2512Foto: PRF

O ônibus da empresa Trascol chamou a atenção dos policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) por apresentar sinais de má conservação dos sinais de identificação. “A partir da situação da placa percebemos que se tratava de uma placa baixada. São veículos que tiveram algum acidente ou que tiveram aula pane que resultou em perda total do veículo. A lei não permite que essas placas sejam reutilizadas. Cabe ao proprietário devolver as placas, o veículo não pode ser aproveitado”, informou o inspetor Stanley Keynes.

Após a apreensão foram analisados o chassi e o número de motor, a PRF identificou que o registro do veículo estava irregular junto a órgãos competentes. “Constatou-se que o veículo original tinha pendência de licenciamento junto ao Detran”.

O código penal prevê sanção a quem adulterar os elementos identificadores. A Polícia Civil vai analisar se a irregularidade foi planejada. “A Polinter vai chegar a conclusão se houve omissão ou ação intencional”, disse o inspetor da PRF.
Procurado pelo Cidadeverde.com, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) informou que, por se tratar de um caso isolado, a empresa deveria se manifestar.

A reportagem entrou em contato com a Transcol que garantiu estar a documentação necessária para provar a lisura da empresa.

 

Fonte:cidadeverde.com

  • Rastek
  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Espeto e Cia