• Farmaduty
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Casa dos frios
  • Oticas Floriano
  • Posto Aliança
  • Oticas Floriano
  • Casa dos frios
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Posto Aliança
  • Garoto

O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho, defendeu a expulsão de policiais envolvidos em crimes e corrupção. O desabafo do comandante é um recado a corporação e para os 10 militares que foram presos suspeitos de roubo de cargas e pistolagem. Segundo o coronel, a instituição não tolera "bandidos fardados".

a7bc8b48d3c40b322513f6cdc2a6d7aeFoto: Arquivo Cidadeverde.com

"O que estamos mostrando é que não toleramos qualquer bandido fardados ou não. A gente não tolera bandido", afirmou.

Ontem, foi deflagrada a operação "Dictum" para cumprir 16 mandados de buscas e prisões contra policiais militares e civis. Do total, 10 militares foram presos, um policial civil e duas pessoas que não fazem parte da corporação. Três PMs estão foragidos.

O comandante informou que um dos policiais líder da quadrilha, Wanderley Rodrigues da Silva, conhecido como W.Silva, foi expulso da corporação há 40 dias. Ele é acusado de embolsar R$ 300 mil do assalto do Banco do Nordeste.

"São crime graves e os áudios mostram os policiais combinando ações criminosas. Que a população não confunda bandidos de fardas com a esmagadora maioria dos policiais, são seis mil homens que saem todo dia em defesa da sociedade, com isso que está acontecendo aqui".

O comandante disse que alguns presos já tem infrações disciplinares sendo investigados na Corregedoria.

Lindomar Castilho disse ainda que a prisão dos policiais é algo que assusta e deixa triste. Afirmou ainda que irá acompanhar com muito cuidado e rigor para que os maus policiais sejam expulsos e não macule a imagem da instituição.

Fonte:cidadeverde.com

  • Ada Atten
  • Rastek
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Blossom
  • Espeto e Cia