A Polícia Civil de Barão de Grajaú continua investigando o caso do cadáver que foi encontrado despido, amarrado e queimado no KM 12 da BR 230. Apesar do mistério que gira em torno do caso, a polícia tem fortes suspeitas que a vítima não seja da região de Floriano nem da região de Barão de Grajaú. O corpo foi conduzido para o Instituto de Medicina Legal da cidade de Timon-Ma para ser submetido à exames periciais mais minuciosos. Confira o que diz o Delegado Firmino Vilarinho.

cef36866 9f8d 453d 83c3 80059a43940eFirmino Vilarinho. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

 

 

 

Da redação

  • Cabedo
  • Paçoka
  • Ada Atten
  • Espeto e Cia
  • Paraiba