O senhor João Alves da Cruz, que foi vítima de latrocínio na noite de ontem(02) quando se encontrava no bar do seu cunhado de nome Ângelo localizado na Rua Fernando Marques, era natural de Floriano, há muito tempo residia no estado do Pará, mas por conta da violência na cidade de Santarém onde ele residia João resolveu retornar para a sua cidade natal onde montou um estabelecimento comercial na Rua Sete de Setembro.

WhatsApp Image 2019 04 03 at 05.13.30João Alves da Cruz. (Imagem:Divulgação)

Segundo informações dos familiares, ele já foi vítima de assalto três vezes, sendo que na noite dessa terça-feira ele reagiu e foi alvejado na região do abdômem, tendo morte imediata, enquanto os autores do latrocínio fugiam em uma moto Pop 100, cor preta, tomando destino ignorado. Uma equipe de policiais militares comandada pelo Capitão Moisés foi a responsável pelas primeiras diligências e uma equipe do Samu foi acionada mas ao chegar no local o homem já estava sem vida.

WhatsApp Image 2019 04 03 at 05.25.33Equipe do Samu deixando o local. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

WhatsApp Image 2019 04 02 at 22.53.50 1A vítima teve morte imediata. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Da redação

Na noite desta terça-feira, dois elementos em uma motocicleta Pop 100, cor preta tentaram realizar um assalto em um estabelecimento comercial localizado na Rua Fernando Marques, no bairro Caixa D'água, de propriedade do senhor identificado como Ângelo. No momento do crime, várias pessoas estavam no local e o cunhado do proprietário do bar identificado como João Alves da Cruz, reagiu ao assalto e foi alvejado pelos bandidos tendo morte imediata.

WhatsApp Image 2019 04 02 at 22.53.50 1Vítima teve morte imediata. (Imagem:Temístocles filho/jc24horas)

A Polícia Militar foi acionada e uma equipe comandada pelo Capitão Moisés esteve no local em seguida saiu em diligências, enquanto uma equipe do Samu constatou o óbito da vítima e deixou o local. Em seguida, foi acionada uma equipe da Polícia Civil para fazer os primeiros levantamentos no local do crime.

Da redação 

Por volta das 22h começou a circular nos grupos de whatsapp um áudio atribuído a um frentista de posto de combustíveis da cidade de Barão de Grajaú informando que um veículo S10 com elementos suspeitos estariam agindo em nossa região. Imediatamente, o Portal jc24horas entrou em contato com o pessoal do referido posto e foi informado que a notícia não tem procedência. Confira o vídeo.

WhatsApp Image 2019 04 02 at 22.29.47Temístocles Filho/jc24horas)

Da redação

Pichações próximas a casas de policiais em Teresina estão sendo investigadas pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa. Após denuncia de uma pichação em frente a casa de um policial militar que foi invadida no Conjunto Manoel Evangelista, zona Sudeste da capital, outra inscrição semelhante foi identificada próxima a casa de um PM no bairro Bela Vista, zona Sul.

c3ac0f3a510c9db5455da1902e9fbad8Foto: Reprodução TV Cidade Verde

As letras na cor azul surgiram antes da ocorrência na casa do policial no Manoel Evangelista. A investigação apura se há alguma ação de mapeamento e demarcação de casas de policiais.

O coordenador do DHPP, Francisco Costa, o Baretta, explica que as forças policiais apuram se há relação entre as inscrições."Como se tratam de mais de duas pichações ou marcar, podemos assim dizer, nós vamos investigar o intervalo em que elas foram feitas, verificar também a origem. Tudo deve ser esclarecido, e verificar se tem algum relação com ato criminoso futuro, passado ou se há algum planejamento nesse sentido", assegurou.

Fonte:cidadeverde.com