• Oticas Floriano
  • Farmaduty
  • Dario PAX
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Dario PAX
  • Garoto
  • Posto Aliança

As buscas ao senhor Hermes, que saiu de sua residência no último dia 11 para caçar e nunca mais retornou, estão sendo feitas por familiares e voluntários e na manhã de ontem(17) recebeu o reforço tecnológico do drone, mesmo assim ele não foi localizado. O drone proporciona uma ampla visão da área onde o idoso se perdeu, dando uma varredura mais ampla no local.

WhatsApp Image 2019 05 13 at 20.06.43

Daqui a pouco os voluntários seguirão novamente e algus que ainda não fizeram parte das buscas, entraram em contato com o jc24horas buscando informações para também se engajarem na luta para encontrar o Hermes Alves de Oliveira.

WhatsApp Image 2019 05 13 at 19.46.35

Da redação

A operação Coiote, deflagrada nesta quinta-feira (16), investiga um grupo de advogados suspeitos de usar aposentados que haviam feito empréstimos consignados para entrar na Justiça com ações fraudulentas contra instituições bancárias. Os mandados foram cumpridos nas cidades de São Raimundo Nonato, Fartura do Piauí, Bonfim do Piauí, São João do Piauí, Teresina e Dirceu Arcoverde, no Piauí; e em Juazeiro, no estado da Bahia.

whatsapp image 2019 05 16 at 11.41.06 1Policiais e agentes do Gaeco fizeram buscas em escritório de advogados investigados por golpes no Piauí — Foto: Divulgação/ Gaeco

De acordo com o promotor de Justiça Rômulo Cordão, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), os suspeitos realizaram milhares de golpes contra bancos. “Um pessoal foi escalado só para verificar o tamanho desse prejuízo”, disse.

O objetivo das ações de busca foi encontrar documentos que confirmassem os crimes. Os promotores agora devem analisar os documentos apreendidos e continuar a investigação. Segundo o promotor Rômulo Cordão, os suspeitos podem responder por crimes como formação de organização criminosa, falsidade ideológica, falsidade material e estelionato.

O golpe
O promotor Rômulo Cordão disse que os advogados tinham escritórios sediados em São Raimundo Nonato e contratavam pessoas (chamadas de “coiotes”) para encontrar idosos em localidades rurais que tivessem feito empréstimos, e ofereciam o serviço de anular este empréstimo junto à Justiça, e assim cancelar a dívida.
“O aposentado, por falta de conhecimento, entra nessa. Alguns entram sabendo, acreditando que podem tirar algum proveito daquilo", comentou o promotor. Os advogados, segundo o promotor, são suspeitos de mover ações afirmando que os empréstimos haviam sido feitos sem a permissão do aposentado. Assim, buscavam conseguir indenizações por danos morais, além do cancelamento do empréstimo.

O promotor declarou ainda que os autores aproveitavam o fato de que os bancos enviavam os contratos de empréstimos para serem arquivados em um local no estado de Minas Gerais.
“As instituições bancárias têm milhares, milhões desses contratos. Então leva tempo para que sejam localizados, para serem apresentados à Justiça. Dentro desse tempo acontece a audiência de instrução”, disse o promotor. Com o risco iminente de perder as ações, os bancos se viam obrigados a fazer acordos com os advogados.

O golpe tinha ainda uma segunda fase, quando o grupo, de posse das informações dos aposentados, realizava novos empréstimos junto aos bancos e em seguida, processava os bancos novamente, sob a afirmação de que os novos empréstimos também haviam sido feitos sem a permissão dos beneficiários.

“Causavam prejuízos às instituições financeiras e aos aposentados, que sequer tinham acesso ao dinheiro quando eventualmente os advogados ganhavam a ação”, disse o promotor Rômulo Cordão.
A operação
Segundo o promotor Rômulo Cordão, durante a investigação, iniciada pela promotoria de São Raimundo Nonato, foram identificados 19 advogados suspeitos de fazer parte do esquema. Na operação deflagrada nesta quinta-feira (16), os policiais cumpriram 31 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a cinco advogados, apontados como possíveis líderes da organização criminosa.

 

Fonte:G1

Dois agentes de segurança tiveram suas armas roubadas nesta sexta-feira (17) em Teresina. O primeiro caso aconteceu no bairro Mocambinho, na zona Norte, envolvendo um guarda municipal. A segunda ocorrência, 12 horas depois, aconteceu no bairro Parque Piauí, na zona Sul, desta vez com um policial militar.

72d6c14081917df365a02c95c0458399Foto: Ascom

O guarda municipal estava à paisana e voltava para a casa em sua motocicleta por volta das 3h da madrugada quando colidiu com dois homens em uma moto na Avenida Freitas Neto, no bairro Mocambinho. Na discussão após o acidente um dos homens roubou a arma do agente e fugiu.

O Cidadeverde.com apurou que a arma levada foi uma pistola modelo 838. Informações iniciais davam conta que o guarda teria sido assaltado. Uma nota divulgada pela assessoria de comunicação da Prefeitura de Teresina informou que o guarda “foi vítima de uma ação de criminosos” e que o “caso segue sendo apurado internamente pelo órgão”.

Em entrevista ao Cidadeverde.com, o comandante da Guarda Civil Municipal de Teresina, capitão Monteiro Silva, descartou que a dupla seria de assaltantes. “Foi um acidente de trânsito e na discussão um dos homens fugiu levando a arma”, disse.

De acordo com o comandante, imagens de câmeras do local confirmaram a versão de discussão após o acidente. A polícia investiga o paradeiro da arma. O guarda ficou ferido e deu entrada em um hospital particular ainda na manhã desta sexta-feira para exames médicos. Ele será submetido a uma cirurgia por conta do acidente.

Confira a nota da assessoria de comunicação da PMT:

NOTA

O Comando da Guarda Civil Municipal de Teresina informa que tem conhecimento do caso de um guarda que foi vítima de uma ação de criminosos na noite desta quinta-feira, na zona Norte de Teresina. O caso segue sendo apurado internamente pelo órgão.


Policial Militar

Na tarde desta sexta (17), por volta das 15h, um policial militar também teve a arma roubada no bairro Parque Piauí. A informação foi confirmada pelo 6º Batalhão da Polícia Militar, mas o Cidadeverde.com não obteve maiores informações porque as equipes estavam em diligências.

 

Fonte:cidadeverde.com

Na noite de hoje(17) uma equipe do Moto Tático foi acionada para se deslocar até a via de acesso ao Conjunto Caiçara, no local onde tem acontecido vários roubos de motos nos últimos dias, para licalizar um homem que foi visto por populares tentando tomar uma moto de assalto usando uma arma de fogo e duas facas. O suspeito não conseguiu levar a motocicleta porque o proprietário acelerou e conseguiu se afastar do assaltante. Ao chegar no local, os PMs fizeram uma varredura no local e encontraram um homem próximo do material que foi informado por populares.

WhatsApp Image 2019 05 17 at 22.16.35Material apreendido pelo Moto Tático. (Imagem:Temístocles Filho/jc24horas)

Ao fazer a abordagem, a equipe identificou o suspeito como um adolescente de 17 anos de idade e que tem várias passagens pela polícia. Os militares apreenderam no local um simulacro de pistola e duas facas e conduziram o adolescente para a Central de Flagrantes. Confira o vídeo.

Da redação