WhatsApp Image 2020 06 26 at 05.26.07

No próximo dia 05 de julho, a partir das 16h os amantes da boa música estilo pisadinha e outro estilos, tem um encontro marcado com a dupla Pedro e Joilson.Muitas pessoas já garantiram que vão confeir o show copleto, inclusive enviaram vídeos convidando outras pessoas pra no dia 05 de julho, a partir das 16h curtirem juntos, mesmo distantes, a live da dupla Pedro e Joilson. Confira os vídeos.

WhatsApp Image 2020 06 20 at 07.30.22

Da redação

Acostumada a cantar para multidões, Elba Ramalho fez uma live direto de um cenário junino montado em Campina Grande (132 km de João Pessoa) na véspera do São João.

ee7f9f32d9d5a67ae62ae31ef093d75eFoto: Reprodução/instagram/@elbaramalho

Uma das maiores festas juninas do país, o São João de Campina Grande foi adiado para outubro e novembro. Mas, para manter a tradição, a organização da festa decidiu realizar "lives" com artistas que se apresentariam neste mês.

A cantora, que é natural da Paraíba, conversou com a reportagem sobre o ano sem festejos por causa da pandemia.

O que significa para o nordestino não celebrar o São João?
Tenho certeza de que, para o nosso povo, para a nossa gente que tem um apego emocional e cultural a essa festa, vai ser algo que vamos ter que experimentar agora com essa ausência. Fica esse silêncio, esse vazio. É procurar manter a chama da fogueira acesa no nosso coração. Afinal de contas, é São João.

Qual o principal simbolismo?
São João é um santo cristão que tem uma tradição de beleza e força. Foi o precursor de Jesus. As festas sempre começam na igreja e acabam na rua, onde ganham sua cor, seu lado profano. São João para nós significa boas comidas, fartura, música tradicional, que é o forró, famílias unidas. O simbolismo é esse.

O que espera de se apresentar pela primeira vez sem público no São João?
Nossa música tem muita força e tradição. Ela é a característica maior da nossa festa. Espero cantar as músicas que as pessoas gostariam de ouvir se eles estivessem na rua, se estivessem diante do meu palco, diante do meu show. Vai ser assim. Eu daqui e vocês de lá. Cada um na sua casa.

Fonte: Folhapress

Um dos cantores de forró mais populares do Nordeste, Xand Avião -conhecido por sua trajetória na banda Aviões do Forró- tinha 36 shows marcados para o mês de junho. Com a pandemia, divide-se entre lives, filmes e filhos.

e7af7029b77ca1de076b2f9a3a845885Fotos: Reprodução/instagram/@xandaviao

Como está sendo esse junho sem festa de São João?
Vai ficar marcado na minha história. No futuro, vou contar para os meus netos. Fico sentido não só pela parte financeira, mas também pela cultural. No Nordeste, o São João é o nosso Carnaval. Os barraqueiros, o pessoal que monta os palcos, as pequenas bandas vivem o ano inteiro com o que arrecadam em junho.

Como seria o São João se não houvesse pandemia?
Passo um mês inteiro na estrada, longe dos meus filhos. A partir do dia de 18 de junho, seriam pelo menos dois shows por dia. Já cheguei a fazer até três por dia. Neste ano, estava com 36 shows marcados.

Como tem sido sua rotina?
Fiz três lives. É bom porque, pelo menos, a gente ensaia e movimenta a cabeça. No mais, é ficar em casa, assistir filme e ficar com os filhos. Acho que nunca fiquei tanto tempo com meus filhos. Também estou tocando violão, treinando. Tentei cozinhar, mas não deu muito certo.

O que vai fazer neste 24 de junho?
Ficar em casa, com a família. Quem sabe, assar um milho. Vai ser primeira vez em muito tempo que vou passar um São João sem trabalhar.
Fonte: Folhapress

Para comemorar os 90 anos de Elza Soares, celebrados nesta terça-feira (23), o Spotify criou três playlists em homenagem à cantora: Elza Soares Samba, Elza Soares Amor e Elza Soares Protestos. A própria artista gravou pequenas mensagens em áudio explicando a seleção das faixas e suas inspirações para essas canções.

db3bb1ca9d4e5cec343c434c3fae2e66Fotos: Reprodução/instagram/@elzasoaresoficial

Além disso, a plataforma adicionou um selo comemorativo de 90 anos na já famosa playlist This is Elza Soares.

No Instagram, a cantora publicou uma mensagem de agradecimento pelas mensagens de parabéns, mas disse que não conta quantos anos tem. "Nunca parei para contar. Ia dar uma trabalheira danada. Há dias em que nem nasci ainda, estou no ventre, em outros acabei de nascer, sei lá. Sou menina, filha do século 21 e mulher feita, tenho a idade de Nefertith. Vou vivendo, me reinventando e vivendo nos últimos anos, os melhores dias da minha vida."

Também comentou sobre a lenda que ela faz aniversário duas vezes ao ano: "É em 23 de junho ou 22 de julho? Não importa. Eu comemoro as duas datas e nesse ano será o mês todo. É cara, mais uma primavera, mais um "passaporte" carimbado rumo a próxima década."

Nos documentos, Elza Soares nasceu em 23 de junho de 1930. Mas essa data diz respeito à emancipação da cantora, usada para se casar pela primeira vez, forçadamente, aos 13 anos de idade. O dia correto seria 22 de julho de 1933 ou talvez 1937 -não há registro.
Em entrevista ao UOL, a cantora disse que o assassinato de George Floyd nos Estados Unidos a machucou muito. "Esse caso [do George Floyd] é muito sério. Não é brincadeira. A gente está lidando com uma coisa muito doída. Me machuca muito ver isso. Mas eu sou uma só. Não posso fazer nada. Posso sentir e sofrer".

Também falou o período difícil da quarentena e sobre o hábito de pegar sol nua no seu apartamento em Copacabana. "Essa pandemia é algo inédito no mundo. E estamos atravessando um momento muito difícil. Difícil e cruel. Temos que ter consciência do que está acontecendo. E eu pego sol nua, sim. Estou pegando aqui na minha sala. E me sinto feliz."

Fonte: Folhapress

  • Ada Atten
  • Cabedo
  • Paraiba
  • Espeto e Cia