O Operário-PR vai fazer a final do Campeonato Brasileiro da Série D contra o Globo-RN. Na noite desta segunda-feira, pelo jogo de volta da semifinal no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), o clube paranaense se impôs ao Atlético-AC e venceu por 2 a 0. Na ida, os dois times tinham empatado por 0 a 0.

8353e3127cec183ca34e6b858c474456

Com o resultado, o time do interior do Paraná vai fazer o jogo de volta da decisão em casa, já que tem campanha melhor que o Globo-RN, outro finalista. No domingo, o clube potiguar eliminou a Juazeirense-BA com uma vitória por 2 a 0. Os quatro clubes que chegaram na semifinal garantiram o acesso para o Campeonato Brasileiro da Série C de 2018.

As datas das finais, bem como horários, ainda não foram divulgados pelo CBF, já que ainda precisam do aval do Esporte Interativo, canal de televisão que tem os direitos de transmissão. A tendência é de que os jogos ocorram nos dois próximos domingos.

O JOGO

Como o jogo de ida terminou sem gols, o Operário começou a partida querendo mostrar para o Atlético Acreano que dentro de casa é muito forte. De uma maneira muito ofensiva, não demorou para abrir o placar. Com apenas oito minutos, Schumacher recebeu o cruzamento e cabeceou forte. A bola bateu nas duas traves e, no rebote, Robinho concluiu para o fundo ads redes.

O gol desestabilizou o clube acreano, que sofria para conseguir passar do meio-campo. O fantasma aproveitou e fez mais um aos 15 minutos. Robinho tocou para Schumacher em profundidade. O atacante passou pelos zagueiros e tocou na saída do goleiro Miller.

A melhor chance do Galo aconteceu aos 28 minutos. Eduardo chutou forte, mas Simão fez uma defesa espetacular. Tiago Alencar ainda fez mais um para o Operário aos 35 minutos, mas o zagueiro estava em posição de impedimento e arbitragem anulou o lance.

SÓ NA DEFESA

No segundo tempo o Fantasma se fechou. Contente com o resultado, o técnico do time paranaense pediu para que seus jogadores fossem para o outro campo apenas em contra-ataque,. A marcação funcionou e o Atlético pouco fez. Aos 12 minutos, Rafael arriscou um chute forte de fora da área, mas a bola foi para fora.

A melhor chance de diminuir veio aos 41 minutos. O Galo foi com cinco jogadores para a frente e a bola foi rolada para Rafael. O meia mais uma vez chutou forte, mas dessa vez exigiu uma grande defesa de Simão, que jogou para escanteio e garantiu a vitória sem levar gols.


Fonte: Futebol do Interior

Com os astros Neymar e Coutinho em campo, a já classificada seleção brasileira realizou nesta segunda-feira seu primeiro treino para os duelos das eliminatórias sul-americanas contra Equador e Colômbia.

6c9150e98a2bbf4ea93c6cc47d6f9423

Neste treino inicial, Tite contou com grande parte dos 23 convocados, no Centro de Treinamento do Grêmio, em Porto Alegre, tendo como únicos ausentes Casemiro e Marcelo, do Real Madrid, além de Firmino (Liverpool), Giuliano (Zenit) e Taison (Shakhtar Donetsk), esperados à noite na concentração.

Os primeiros a se apresentarem nesta segunda-feira foram os componentes da ampla delegação do Paris Saint-Germain, composta por Neymar, Dani Alves, Thiago Silva e Marquinhos.

A maioria chegou em um avião fretado por Neymar, depois de passar alguns dias no litoral paulista.

Apesar da presença de Neymar, grande parte das atenções estavam voltadas para Coutinho, que participou de parte do treino, mesmo não tendo entrado em campo pelo Liverpool nesta temporada devido a problemas nas costas.

Pretendido pelo Barcelona, o atacante de 25 anos vem tendo papel importante numa verdadeira novela da janela de transferência europeia. Apesar da vontade do jogador de sair e da insistência do clube catalão, o Liverpool se recusa a liberá-lo.

A presença de Coutinho na equipe titular de Tite ainda é dúvida. O técnico da seleção poderia realizar testes nas últimas quatro rodadas das eliminatórias, já que o Brasil é o único país além da anfitriã Rússia a garantir a classificação para a Copa do Mundo do ano que vem.

Foi precisamente com uma vitória sobre o Equador, em setembro de 2016 (3-0), que Tite iniciou sua revolução na seleção, que na época estava fora da zona de classificação à Copa, após uma desastrosa 2ª passagem de Dunga no cargo de técnico.

Desde então, o Brasil venceu seus sete jogos seguintes nas eliminatórias.

Já o Equador chega a Porto Alegre pressionada. Os equatorianos estão na 6ª colocação das eliminatórias e precisam pontuar se quiserem continuar sonhando com a vaga no Mundial.


Fonte: AFP

Atlético-MG e Botafogo conseguiram vitórias difíceis e importantes, neste domingo (27), pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo fora de casa, eles bateram Ponte Preta e Bahia, respectivamente, por 2 a 1. Os gols decisivos saíram no final do jogo.

01d0059c2a09e47a63aeafd596b65ca0

O Galo saiu atrás no placar, pois sofreu gol de Léo Gamalho, de cabeça, aos 45min do 1º tempo. Depois do intervalo, Elias marcou aos 16min. Otero definiu o placar final aos 43min.

Já o Botafogo fez o primeiro gol contra o Bahia. Roger marcou aos 13min. A resposta do Bahia foi rápida, aos 16min. Mas nos acréscimos, Bruno Silva decretou a vitória do time carioca.

Quem subiu mais na tabela foi justamente o Botafogo, que está no G-6, com 31 pontos. Ele ainda pode ser superado nesta rodada pelo Cruzeiro. Já o Bahia ficou em 14º lugar, com 26 pontos.

O Atlético-MG tem 29 pontos e subiu pra 11ª posição. Já a Ponte está atrás, com 27, em 13º.


Fonte: GOAL

Depois de conquistar sua 68ª pole position no último sábado (26) e igualar Michael Schumacher como o piloto que mais vezes largou na frente na Fórmula 1, Lewis Hamilton saiu de Spa-Francorchamps com os 25 pontos da vitória.

ad9efc610bb490a7d0919f0a191618fc

Ele ganhou neste domingo (27) pela terceira vez o GP da Bélgica, conquistando seu 58º triunfo na carreira. O piloto segurou e controlou bem seu rival pelo título mundial, Sebastian Vettel.

O alemão mostrou suas garras após o primeiro pit stop, fazendo voltas rápidas e reduziu a diferença. Hamilton respondeu e ainda teve que sobreviver ao ataque feroz do líder do campeonato após o Safety Car.

Vettel, que perseguiu Hamilton durante a prova toda, viu sua diferença no mundial descer de 14 para sete pontos. Quem teve prova ruim foi Valtteri Bottas, terceiro no mundial, que chegou apenas em quinto após sucumbir a um ataque de Daniel Ricciardo depois da relargada no fim da prova. Kimi Raikkonen, que havia recebido um stop and go por não reduzir a velocidade sob bandeiras amarelas após o abandono de Max Verstappen, também passou a Mercedes 77 e foi o quarto.

O brasileiro Felipe Massa fez boa prova de recuperação e foi de 16º no grid para oitavo lugar ao fim da prova, se aproveitando de ultrapassagens, abandonos e de um toque das duas Force India que trouxe o Safety Car à pista.

Max Verstappen desapontou seus fãs após uma falha em sua Red Bull enquanto ocupava o quinto lugar na prova. O holandês teve problemas mecânicos e teve que abandonar a prova ainda no início.

Esteban Ocon e Sergio Perez protagonizaram o único Safety Car da prova. Os dois pilotos da Force India se tocaram enquanto disputavam posição na descida para a Eau Rouge. O francês quebrou o bico e o mexicano furou seu pneu. A pista precisou ser limpa pelos fiscais.

Fonte: Motorsport.com

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Paraiba
  • Espeto e Cia