• veloso
  • Posto Aliança
  • Garoto
  • Dario PAX
  • Farmaduty
  • Oticas Floriano
  • Casa dos frios
  • Posto Aliança
  • Dario PAX
  • veloso
  • Farmaduty
  • Garoto
  • Oticas Floriano
  • Casa dos frios

Uma equipe da Polícia Militar comandada pelo Cabo Carvalho conseguiu prender na tarde de ontem, dois elementos suspeitos de praticaram um assalto em um posto de combustíveis na cidade de Francisco Ayres por volta das 09h 30min da manhã. Após o assalto os policiais militares Cabo Carvalho e Cabo Leite iniciaram diligências no sentido de localizar e prender os suspeitos que por volta das 13h 30min foram encontrados na localidade Barra da Mescla, zona rural daquela cidade e com eles a polícia encontrou um revólver calibre 32, o telefone celular que foi levado da frentista e a quantia de R$ 699,00. Para os militares os elementos disserm que se dirigiam com destino a sua cidade natal São Pedro do Piauí. Os elementos foram conduzidos para a Central de Flagrantes de Floriano onde foram identificados como Pedro Isidório dos Santos Neto e Ulisses Costa de Sousa.

930c18c9 af5b 4e55 8c7a e206f7f70f14Cabo Carvalho. (Imagem:Pablo Yuiri/jc24horas)

 

Da redação

A Delegada Luana Alves concedeu uma entrevista ao portal jc24horas falando sobre o que a polícia conseguiu colher de informações acerca do homicídio registrado na tarde de hoje que teve como vítima o empresário José Gílson Emanuel da Silva, quando a vítima se encontrava dentro da locadora de automóveis Alfa Veículos.
Segundo a delegada, dois homens entraram na loja anunciando um assalto e pegaram o relógio e o aparelho de telefone celular, efetuaram quatro disparos, sendo que dois atingiram a vitima na cabeça e na perna, em seguida os meliantes fugiram em um celta Branco, pela BR 230 em direção a cidade de Nazaré do Piauí. Perguntado sobre a existência de algum suspeito a delegada disse que "Ainda não. Nós estamos fazendo as perícias iniciais, recolhemos as cápsulas, vamos solicitar a perícia para a identificação dessas armas. Suspeitos ainda não temos". Disse a delegada Luana.

 

images

 

839ae21c 18ad 486a b228 34576be73153

 

Da redação

Uma enfermeira foi agredida durante um assalto na porta do banheiro do Terminal de ônibus da Praça A, em Goiânia. A passageira, que prefere não se identificar, diz que foi abordada por uma mulher, munida de uma faca, pedindo o celular. Ela entregou, mas como o aparelho não era moderno, a ladra se enfureceu e a atacou.

157783e2397dfd36fd34ea02813d94ddPassageira de ônibus é agredida por ladra por não ter celular moderno (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A vítima contou que a assaltante a jogou no chão e a feriu com facadas, socos e pontapés, indo embora em seguida. O crime, ocorrido na última quarta-feira (9), deixou a mulher em choque. “Eu achei que ia morrer. Fiquei morrendo de medo da faca. Fiquei desesperada", afirma.

As marcas da violência ainda estão no corpo da mulher. Sinais das facadas e hematomas ainda estão cicatrizando nos braços e olhos.

Para piorar a situação, esta não foi a primeira vez que ela foi assaltada e agredida neste tipo de situação. Dias antes, quando estava dentro do ônibus do Eixo Anhanguera, em Goianira, Região Metropolitana de Goiânia, ela passou por outro assalto.

“Entrou um monte de gente dentro do ônibus, criança, adolescente, velho. Pulou a catraca e já foi falando: “perdeu, perdeu”. E como eu não tinha nada para dar para eles, só tinha a pasta de estágio, eles pegaram minha cabeça e bateram no ônibus, bateu no rapaz que estava do meu lado que tentou me proteger, e deu um tapa na minha cara que meu óculos foi voar longe", diz.

Diante da recorrência do problema, a enfermeira desabafou. “Você paga o ônibus, luta para fazer alguma coisa e esse povo entra, te mata, rouba e ninguém faz nada. Fala na televisão que a polícia está lá, que a Guarda Civil está lá, que tem aqueles seguranças. Mentira. Não faz nada. A gente tem que pagar um preço absurdo que é a passagem de ônibus de Goiânia e não tem segurança nenhuma”, criticou.

Fonte: G1

Na tarde de hoje um homem identificado como José Gilson Emanuel da Silva, foi executado com um tiro no rosto quando se encontrava dentro de uma locadora de veículos no bairro Cajueiro II. Uma equipe da Polícia Civil esteve no local e providenciou a remoção do corpo da vítima para  necrotério do Hospital Regional Tibério Nunes. Aguarde mais informações.

20161111 160256Local onde o homem foi assassinado. (Imagem:Pablo Yuri/jc24horas)

 

Da redação

  • Cabedo
  • Ada Atten
  • Paraiba
  • Espeto e Cia
  • Blossom